Preparar biscoitos com motivos natalinos pode reunir e divertir a família

Confira as receitas que preparamos pra você!

por Correio Braziliense 22/12/2011 15:56

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Reprodução / Correio Braziliense
(foto: Reprodução / Correio Braziliense)
Bengalinhas, casinhas, árvores, estrelas e outros símbolos natalinos, todos feitos com uma massa doce e saborosa. Durante dezembro, os biscoitos caseiros se transformam para tornar as festas de fim de ano mais divertidas e gostosas. E o melhor: ainda dá tempo de aprender algumas receitas para alegrar a festa com a família e presentear as pessoas queridas.

A tradição de saborear essas guloseimas surgiu em conventos e mosteiros alemães durante a Idade Média. Até hoje, os biscoitos são parte integrante do Advento, época de preparação para o Natal, que em alguns lugares inclui o acendimento de quatro velas para simbolizar os quatro domingos que antecedem o 25 de dezembro. Para marcar o início do período, muitas famílias se reúnem na cozinha para preparar os doces, que depois são saboreados ou dados de presente para amigos.

A quase 10 mil quilômetros da Alemanha, o gesto dos germânicos é repetido na casa da chef a domicílio Maria Paula de Luca Reis. Desde que era criança, sua família mantém a tradição de montar uma árvore de Natal totalmente enfeitada com os biscoitos em forma de bengalinha. “Nós fazíamos os enfeites e os amigos ou familiares que frequentavam a casa comiam direto da árvore”, recorda. A receita foi aprendida por quase todas as mulheres da família e foi trazida para Brasília quando Maria Paula mudou-se do Rio de Janeiro. Aqui, o sucesso foi tanto que os amigos passaram a fazer encomendas. “Eles são uma delícia, além de bonitos”, gaba-se.

Embora seja comum ouvir que preparar biscoitos é um dom, Maria Paula explica que é preciso ter paciência, uma vez que se trata de uma massa trabalhosa. “Mexer com massa é sempre complicado para quem não tem muito jeito com a cozinha”, avalia. Segundo ela, por ser um biscoito colorido e com formato de bengala, é necessário fazer duas massas com cores diferentes e modelá-las à mão. Para não errar, ela destaca que é preciso seguir corretamente as medidas e, principalmente, a temperatura do forno (veja receita). “Se ficar muito quente, doura sem cozinhar a massa”, aponta.

O costume dos biscoitos natalinos sobrevive também na casa de Vânia Maurrmann. “Preparamos desde a época da minha bisavó”, diz a gaúcha radicada em Brasília. Segundo ela, basta chegar dezembro para as casas da família começarem a exalar o aroma das bolachinhas assadas. “Minha filha, que mora nos Estados Unidos, um dia desses pintou os biscoitos em frente à webcam para eu ver, pela internet, se ela estava fazendo certo”, conta.

Ela, que acha importante manter a tradição para não se esquecer do passado, ensinou todos os filhos e, agora, os netos. “Faço casinhas de biscoitos e vários outros formatos. Todos amam”, derrete-se. A paixão pelo quitute é tanta que Vânia passou os ensinamentos para as colegas da igreja. E dele surgiu um livrinho artesanal no qual ensina 26 receitas doces para a ocasião. “Fazer biscoito é fácil, basta ter paciência. A massa gruda na mão, mas vai colocando farinha que ela solta. Com amor dá tudo certo”, garante.

Facilidade

Para aqueles que não querem ter muito trabalho, a chef Nana Conde, responsável pela marca de doces NC In a Jar (www.ncinajar.com.br), criou minipotes com ingredientes para a preparação de cookies de Natal nos sabores iogurte com canela, gengibre e M&M’s, que foram encomendados apenas nas cores vermelha e verde. Para facilitar ainda mais, os ingredientes vêm com forminhas temáticas. De acordo com Nana, a ideia surgiu numa visita aos EUA. Ela conta que as típicas mães americanas preenchiam um pote vazio de geleia com ingredientes próprios na medida de uma receita e davam de presente para as amigas. “Minha intenção foi exatamente trazer o presente pronto com embalagem e tudo. Assim, qualquer um pode levar para a casa de alguém”, esclarece.

Além disso, a intenção da chef é a de unir as pessoas. “Mães podem fazer guloseimas com seus filhos de forma simples e didática, num fim de semana, por exemplo, ou mesmo amigos se juntarem e prepararem uma deliciosa sobremesa”, ilustra. Cada receita pede acréscimo de ingredientes simples e que não poderiam ser incluídos nos jars (potes), como ovos, manteiga ou extrato de baunilha.

Embora venham pré-preparados, os ingredientes são escolhidos e selecionados para proporcionar um produto mais saudável, com baixos níveis de sódio, por exemplo. “Alguns dos ingredientes são orgânicos também”, salienta Nana. E para cumprir o propósito da ideia, ela aconselha que os preparados sejam feitos para comer e também para presentear. “Ele cabe a qualquer pessoa: homens, mulheres e até crianças podem elaborar nossas receitas. O produto é premium, porém divertido, e a embalagem pode ser reutilizada para guardar os próprios cookies, entre outros componentes de cozinha e objetos pessoais”, sugere.

Reprodução / Correio Braziliense
(foto: Reprodução / Correio Braziliense)
RECEITAS


Biscoito melado

Por Vânia Maurrmann

Ingredientes
Meio quilo de melado
1kg de farinha de trigo
250g de açúcar
125g de manteiga
3 ovos

Decoração
Claras de ovos e açúcar colorido para fazer merengue e pintar as bolachas

Modo de preparo
Aquecer o melado e acrescentar seis colheres de farinha de trigo e ferver. Tirar do fogo e deixar esfriar. Aos poucos, acrescentar os demais ingredientes, incluindo o restante da farinha de trigo. Quando a massa estiver despregando das mãos, abrir com rolo em camada bem fina, calcar com forminhas natalinas e levar para assar em forno pré-aquecido a 190ºC. Depois de assados, os biscoitos podem ser confeitados com claras batidas em neve. Use a imaginação.

Dica: abrir a massa bem fininha e, se quiser um biscoito mais macio, colocar duas colherinhas de salamoníaco dissolvidas em um pouco de leite.


Biscoito bengalinha de Natal

Por Maria Paula Reis

Ingredientes
1 xícara de manteiga
1 xícara de açúcar
1 ovo
1 ½ colher (chá) de extrato de amêndoa
1 colher (chá) de extrato baunilha
2 ½ xícaras de farinha de trigo
1 colher (chá) de sal
½ colher (chá) de corante vermelho
½ colher de açúcar (para passar os biscoitos)

Modo de preparo
Pré-aqueça o forno a 190ºC. Em uma vasilha, coloque a manteiga, o açúcar, o ovo e os extratos e misture bem. Junte a farinha e o sal e acrescente na mistura de manteiga. Divida a massa e, em uma metade, misture o corante. Faça rolinhos de 10cm, usando aproximadamente 1 colher de chá de massa de cada cor. Coloque um rolinho ao lado do outro e torça como uma corda. Faça um biscoito de cada vez para a massa não ressecar nem ficar quebradiça. Coloque os biscoitos em tabuleiro não untado, fazendo o formato das bengalinhas. Asse por aproximadamente 9min, ou até que os biscoitos fiquem ligeiramente dourados. Ainda quente, passe os biscoitos no açúcar.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE GASTRONOMIA