Sem radicalizar

Os restaurantes Antonucci e L%u2019 Astigiano refizeram o cardápio italiano

por Eduardo Tristão Girão 02/12/2011 07:00

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Fotos: André Hauck/Esp.EM/D.A Press
Com apenas 20 anos, a chef Cássia de Castro assume a cozinha do Antonucci (foto: Fotos: André Hauck/Esp.EM/D.A Press)
 
Uns chamarão de infidelidade à tradição. Outros, de adequação ao gosto local. Fato é que os cardápios de duas casas italianas da Savassi acabam de passar por reformulações. Continuam servindo suas massas, pizzas e risotos, mas agregaram pratos e modificaram preparações que não deixam dúvida: não há compromisso com purismos. Enquanto no reformulado Antonucci (ex-Antoine) surgiram pedidas internacionais, na nova carta do L’Astigiano os clássicos aparecem lado a lado com criações do chef.

Comandado por novos proprietários, o Antonucci foi aberto no mesmo endereço da extinta pizzaria e com as mesmas 36 pizzas de antes. Mas há uma diferença: agora, pratos variados reforçam as opções. “Na hora de montar o novo cardápio, pensamos na variedade de carnes. Muita gente vinha para cá procurando grelhados”, explica a chef Cássia de Castro. Com apenas 20 anos, ela se formou em gastronomia na Estácio de Sá e passou pela Fabbrica Spaghetteria. Adicionou saladas, massas, carnes e peixes às opções.

Entre os novos pratos individuais estão o escalope ao molho de shiitake com espaguete de pupunha na telha de parmesão (R$ 39) e o surubim empanado ao molho de camarão com purê de batata (R$ 38). Entre as massas, destacam-se os espaguetes com ragu de pato (R$ 30) e de tinta de lula com frutos do mar (R$ 35). A partir de agora, as pizzas estão disponíveis num único tamanho (30cm), a preços que vão de R$ 28,50 a R$ 48,50 – não há mais pizzas doces.

A decoração da casa passou por reforma para receber até 120 pessoas em mesas de madeira. Ganhou adega climatizada para 1,2 mil garrafas (170 rótulos das importadoras Fine Food, Mistral e Zahil). Os preços variam de R$ 40 a R$ 150 (garrafa). Ainda este mês, o restaurante passará a abrir para almoço.

/Divulgação
Risoto com pesto de rúcula, queijo brie e damascos do Restaurante L%u2019 Astigiano (foto: /Divulgação)
 
CONCESSÕES “Não posso fugir muito do tema italiano, por mais que o proprietário, que é italiano, aceite concessões. Adequo minhas receitas à influência da cozinha internacional, que faz parte da minha formação. Meu desafio é dar nova roupagem aos pratos”, conta Douglas Fernandes, chef do L’Astigiano. Ele trabalha lá desde o ano passado, quando Paolo Resmini comprou o ponto do conterrâneo Pino Quaglia, famoso por ter se tornado um “xiita” da culinária italiana à frente do La Scaletta.

O restaurante criado por Paolo é italiano, mas “tolerante”. Permite ao chef mais liberdade para criar. E assim foi feito: Douglas acaba de apresentar 18 novas receitas. Entre elas, os risotos com pesto de rúcula, queijo brie e damascos hidratados em vinho branco (R$ 42) e de beterraba com queijo minas frescal (R$ 44). Antigas pedidas que fizeram sucesso foram mantidas, como a tilápia com linguine ao pesto e camarões (R$ 46). “O nosso pesto é feito com pinole mesmo”, frisa o chef.
 
Onde ir 
 
. Antonucci
Rua Cláudio Manoel, 778, Savassi. (31) 2551-5590. Aberto de segunda a quinta-feira, das 18h à 0h; sexta, das 18h à 1h30; sábado, das 12h à 1h30; domingo, das 12h à 0h.

. L’ Astigiano
Rua Paraíba, 941, Savassi. (31) 3261-7329. Aberto de segunda-feira a sábado, das 19h à 0h. 


VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE GASTRONOMIA