Jogo 'The legend of Zelda' completa 30 anos com celebrações especiais

Para comemorar, Nintendo prepara lançamentos para o ano

por Correio Braziliense 07/03/2016 10:01

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Nintendo/Divulgação
Versão moderna do game 'The legend of Zelda' foi lançada neste mês para a plataforma Wii U (foto: Nintendo/Divulgação)
Há 30 anos, a empresa de videogame Nintendo lançava um dos jogos mais revolucionários da indústria, The legend of Zelda. A saga protagonizada pelo herói Link reúne elementos mitológicos, ao mesmo tempo que revoluciona ao subverter papéis de gênero e criar narrativas não lineares. Para comemorar o marco, a gigante do mercado de games lançará um novo jogo para o console Wii U (a empresa ainda não confirmou a data de lançamento).

“Nós chamamos o protagonista de Link porque ele conecta as pessoas”, explicou Shigeru Miyamoto, criador do jogo, no livro Hyrule historia. Nos 30 anos da franquia, o protagonista viveu diversas aventuras recontando alguma fábula antiga. Os principais ingredientes permanecem os mesmos: um herói chamado Link, uma princesa chamada Zelda e um vilão que atende pelo nome de Ganon. No entanto, outros aspectos do game são alterados a cada novo capítulo. Em três décadas, o jogador explorou oceanos e calabouços, lutou ao lado de piratas e fadas e batalhou contra todo tipo de monstro mitológico.

Em 4 de março, o jogo de 2006, The legend of Zelda: Twilight princess, foi relançado, trazendo de volta uma das aventuras mais sombrias e emblemáticas da franquia. Nele, Link é atraído para o reino das sombras e transformado em um lobo. A versão atualizada trará uma gama de efeitos visuais e sonoros mais refinados, além de novas ferramentes de jogabilidade.

Jornada do herói

The legend of Zelda é um jogo de fantasia no qual arquétipos são explorados com a intenção de envolver e viciar quem entra na história. Ao ligar o console, o jogador dá início a uma trajetória única e, ao mesmo tempo, universal: a jornada do herói.

Famoso no mundo do cinema e televisão, o conceito criado por Joseph Campbell em seu livro O herói de mil faces moldou a maneira como o público encara uma aventura, não basta cenas de ações e enredos mirabolantes, a história precisa de um arco emocional forte e de um protagonista disposto a mudar e crescer. Link está para a história dos videogames assim como Luke Skywalker está para o cinema. Os dois são encarnações perfeitas do mito exposto por Campbell.

No primeiro jogo da franquia, o público é apresentado a um menino vestido de verde que deve achar seu caminho em calabouços até encontrar a princesa Zelda. Nele, a missão é direta e pouco se sabe sobre as motivações dos personagens. Mas, na década de 1990, especialmente com os jogos para o console Nintendo 64, a mitologia de Hyrule (reino ficcional no qual os jogos se passam) foi expandida radicalmente
.
Ocarina of time e Majora’s mask são considerados dois dos melhores jogos já lançados pela Nintendo. Com uma combinação fantástica de gráficos de alta qualidade, roteiros que romperam com paradigmas e trilhas sonoras belíssimas, Miyamoto e companhia criaram clássicos do meio e mudaram a história da indústria de games.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE GAMES