Altas taxas de importação fazem Nintendo suspender venda de jogos e videogames no Brasil

Consoles da empresa não serão mais oficialmente distribuídos no país

por Fernanda Machado 09/01/2015 17:15

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Divulgação
(foto: Divulgação)
A Nintendo anunciou nesta sexta-feira a suspensão das atividades no Brasil. De acordo com a distribuidora Gaming do Brasil, as vendas de videogames 3DS e os games de famosas franquias como "Super Smash Bros." e "The Legend of Zelda" serão encerradas no país devido as altas tarifas sobre importação do setor. “O Brasil é um mercado importante para a Nintendo e lar de muitos fãs apaixonados mas, infelizmente, desafios no ambiente local de negócios fizeram nosso modelo de distribuição atual no país insustentável”, disse Bill van Zyll, Diretor e Gerente Geral para América Latina da Nintendo of America.

A Gaming do Brasil é subsidiária da Juegos de Video Latinoamérica, GmbH, que representa a Nintendo na América Latina. A atuação na região, porém, vai continuar. A Gaming Brasil levou às lojas brasileiras jogos como "Mario Kart 8", "The Legend of Zelda: A Link Between Worlds" e "Donkey Kong Country: Tropical Freeze". “Somos parceiros da Nintendo na distribuição de seus produtos na América Latina há 14 anos e continuamos comprometidos com a marca. E, enquanto nenhuma outra mudança está planejada para outros mercados da região, estamos em uma posição em que precisamos reavaliar nossa abordagem na distribuição no Brasil”, explica Bernard Josephs, CEO da Juegos de Video Latinamérica, GmbH. “Continuaremos a monitorar o ambiente no país para que possamos avaliar futuras oportunidades”.

De acordo com a Nintendo, a venda física de jogos (cartuchos e CDs) e consoles continua apenas enquanto houver itens nos estoques da distribuidora e das lojas de varejo.

Com Agências

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE GAMES