EVE: Valkyrie ainda está confirmado no Oculus Rift, mesmo após compra pelo Facebook

Venda da Oculus VR por US$ 2 bilhões não teve uma boa reação na internet

por Fernanda Machado 26/03/2014 15:59

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.

Divulgação/CCP
(foto: Divulgação/CCP)
A CCP confirmou que nada muda após compra da Oculus VR pelo Facebook: EVE: Valkyrie ainda será lançado para o Oculus Rift. “Nós estamos muito entusiasmados pelos nossos colegas na Oculus. Nós compartilhamos da visão de futuro deles sobre a realidade virtual e os jogos e estamos ansiosos para participar do lançamento ao público do Oculus Rift com EVE: Valkyre”, disse a companhia em um comunicado para o Eurogamer.

A reação de outros à compra realizada pelo Facebook não foi tão positiva. Algumas pessoas que participaram da campanha de financiamento coletivo do Oculus Rift pelo Kickstarter chegaram a pedir o reembolso da sua contribuição (algo que não deve acontecer), enquanto Markus 'Notch' Persson, o criador de Minecraft, disse que cancelou toda a ideia de fazer uma versão do seu jogo para o headset de realidade virtual. “Eu definitivamente quero fazer parte da realidade virtual, mas não vou trabalhar com o Facebook. As razões deles são pouco claras e mutantes, e eles não são historicamente uma plataforma estável. Não existe nada na história deles que me faça ter confiança e isso faz que eles sejam um pouco assustadores para mim”, disparou.

Além do Oculus Rift, EVE: Valkyre também será lançado no Project Morpehus, do PS4. O jogo é um simulador de combate entre naves espaciais baseado no MMO EVE Online, da CCP.

 

 

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE GAMES