Arrase no batom vermelho e sinta-se poderosa

Pesquisa aponta que a cor escarlate eleva a autoestima das mulheres, aumenta a percepção de beleza e feminilidade e dá confiança

por Lilian Monteiro 22/01/2017 18:28

Ele é intimidador. Não é para qualquer mulher, apesar de ser democrático e combinar com todos os tons de pele. Mas é preciso personalidade para exibi-lo. Como dizem por aí, “tem que segurar”! Afinal, o batom vermelho nunca passa despercebido. Ao escolhê-lo, os lábios serão notados e é para quem quer ser vista. Ele representa o poder feminino. Sabendo disso, a Natura fez uma pesquisa em São Paulo colhendo depoimentos de 31 mulheres, de 25 a 41 anos e com tons de pele heterogêneos. Em comum, elas gostam de se maquiar com frequência, mas não tinham o costume de usar o batom vermelho. Cada uma delas estava acompanhada de uma amiga de confiança quando o assunto é beleza, que contribuiu com impressões durante o estudo.

 



As emoções das voluntárias foram avaliadas em três etapas: na primeira, estavam sem nenhuma maquiagem. Na segunda, usavam apenas base para uniformizar a pele do rosto. E por último, além da base, o batom matte FPS 10 Meu Vermelho, da linha Natura Aquarela. Entre cada uma dessas fases, elas puderam se observar no espelho e fazer uma autoavaliação, respondendo a um questionário-padrão. A amiga de cada uma também a avaliou em cada um desses momentos. Todo o processo foi filmado e as imagens das voluntárias – sem maquiagem, com base e, por fim, com batom – foram avaliadas objetivamente por um software de análise de expressões faciais.


Natura/Divulgação
(foto: Natura/Divulgação)
O resultado? O batom vermelho faz muito mais do que elevar a autoestima de qualquer mulher. Carla Barrichello, gerente de ciências do bem-estar da Natura, conta que a ideia da pesquisa “surgiu do nosso desejo de trazer ciência para essa categoria de produtos, justamente escolhendo um clássico da maquiagem, que é o batom vermelho. A proposta era entender mais a fundo as emoções evocadas por esse ícone”.

EMPODERAMENTO

 

 

 Carla Barrichello afirma que todos já sabem que um batom vermelho eleva a autoestima de muitas mulheres, mas o grande diferencial foi ter conseguido medir emoções positivas por meio de uma tecnologia de leitura facial. “Foi possível verificar que beleza, atratividade, feminilidade e alegria são outros fatores influenciados pelo uso desse batom. Comprovamos que o batom empoderava essas mulheres a se relacionarem com o mundo de uma forma mais confiante. Além disso, a pesquisa mostrou objetivamente que o olhar de uma segunda pessoa nos ajuda a diminuir nossa autocrítica e reforça nossa percepção positiva com relação à nossa própria beleza.”

 

Muitas mulheres se sentem intimidadas diante do batom vermelho e outras carregam até certo tabu. Mas o importante é quebrar barreiras, experimentar e ousar. Há um vermelho para cada mulher, o que revelará o estilo e a beleza de cada personalidade. Ele é tão importante que, apesar de a maquiagem ser uma paixão feminina, nenhum outro produto de beleza causa tanto impacto. “Acreditamos que cada mulher é livre para escolher a maquiagem que melhor a agrada e com a qual ela se sinta à vontade, sem se ater a estereótipos. Ainda não fizemos o mesmo tipo de pesquisa com outros produtos, mas com certeza o autocuidado por meio do uso de cosméticos traz consequências bastante positivas para as emoções e a autoestima das mulheres”, acredita Carla Barrichello.

Para fazer frente ao batom, quem sabe o perfume? Carla Barrichello antecipa que “temos algumas pesquisas em andamento relacionando emoções com perfumes e, neste caso, o tema é um pouco mais complexo, pois envolve a memória individual sobre os diversos tipos de cheiros. Mas, sem dúvida, quando escolhemos o perfume certo, podemos experimentar muitas sensações e emoções positivas”.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE FEMININO