Revolução vermelha no empoderamento feminino

22/01/2017 18:27

 

» Anos 1920: a atriz Clara Bow, considerada a primeira "it-girl" da história, cria a boquinha de coração com um batom no pigmento vermelho para dar ênfase aos lábios nos filmes em preto e branco.

» Anos 1930 e 1940: as estrelas do cinema investem no batom vermelho para embelezar e seduzir.

» Anos 1950: o vermelho se estabelece como maquiagem sensual graças a Marilyn Monroe, e também contraventora por causa de pin-ups como Bettie Page. Destaque para o 999, da Dior, criado em 1953.

» Anos 1960: com a libertação sexual e a maior independência feminina, o tabu perde força e a maquiagem denota feminilidade.

» Anos 1970 e 1980: o vermelho ganha destaque total, com boca e olhos bem marcantes. Nessa época nasceu o Benetint, da Benefit, desenvolvido em 1977, sucesso até hoje. Ele é tanto batom quanto blush.

» Anos 1990: já com o status de clássico, o vermelho perde espaço para o marrom, que dominou a década. Mas vale lembrar que o Ruby Voo, da MAC, lançado em 1999, virou best-seller e é o batom mais vendido dos EUA

» Anos 2000: ele volta com tudo. 
A cor está nas ruas e no tapete vermelho. Sem regras.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE FEMININO