Linda , leve e solta. Conheça as apostas para o verão 2017

Conversamos com quatro multimarcas de luxo da cidade para saber quais são os modelos preferidos das clientes para a temporada de calor e férias, e descobrimos algumas trends frescas como o néon

por Laura Valente 02/01/2017 19:02
Márcio Rodrigues/divulgação
(foto: Márcio Rodrigues/divulgação)

 Elas conhecem os destinos de férias mais badalados do mundo, as principais tendências de moda, os desejos e o perfil de consumidoras pra lá de exigentes, viajadas, cultas, sofisticadas. Isso porque respondem pelo estoque de compras que faz a fama das butiques mais conceituadas na cidade, lojas que comercializam modelos de roupa, sapatos e acessórios grifados, criados por estilistas que lançam moda no Brasil e no planeta. São as buyers, profissão que exige tino, discernimento e bom gosto. Cabe a elas a escolha das peças que irão compor o mix de produtos de uma maison e, consequentemente, o sucesso de vendas de uma coleção.

Com a chegada do verão’17, conversamos com quatro profissionais conceituadas para saber quais são os hits da temporada, o que buscam as mulheres que frequentam as praias da Bahia – com destaque para Marau e Trancoso –, e também as que estão de partida para os hot spots do jet set internacional, como Miami (EUA), St. Barth (França), Ilhas Phi Phi (Tailândia), ou as que preferem curtir o frio em países do hemisfério norte, a exemplo de Aspen – e procuram looks para o after ski. “Nessa época, as clientes que irão para o litoral procuram roupas leves e descoladas, um look despretensioso que circule com desenvoltura em programas que vão desde um coquetel na beira da piscina até um sunset chiquérrimo”, opina Júlia Duarte, filha da empresária Zezé Duarte, proprietária da multimarcas de mesmo nome. Buyer da loja que é parada obrigatória das chiques e bem-nascidas da cidade, ela conta que a curadoria para montar o mix de produtos contempla 30 marcas nacionais (algumas exclusivas, como Adriana Degreas, nk, Cris Barros, Andrea Bogosian e Alexandre Birman, entre outras), e 60 internacionais, incluindo grifes de luxo como Celine, Givenchy e Balmain, até as que denomina contemporary – e representam novidades até lá fora, a exemplo de Alexis, Camilla, Maria Lucia Hohan e Jonathan Simkhai. “Negociamos com grifes de todo o mundo para trazer as principais tendências com exclusividade para Belo Horizonte. Esse sempre foi o diferencial da multimarcas que ficou famosa no Brasil por descobrir novidades”, destaca.

Júlia Duarte e Mariana Donato, buyers da loja Zezé Duarte

Sol, balada, after ski Entre os modelos up to date para a temporada 2017, Julia cita os longos (peça-chave para quem vai a destinos sofisticados como St. Barth ou Tailândia), além de modelos em crochê, trama que voltou repaginada para este verão. “Há desde biquínis e maiôs até vestidos de alta costura. O trabalho handmade tem uma carinha boho e é perfeito para looks despretensiosos, mas muito estilosos”, discorre. Ela sugere ainda o pareô, curto ou longo, que descreve como uma aposta sofisticada e versátil (cita modelos Adriana Degreas, Cris Barros e Wanda Jacinto) e o macaquinho de várias versões (renda, bandagem, tricô, com bordados, estampas e misturado com short e saia) – “peça fácil de usar e que, composta com o acessório adequado, pode ser desfilada pela manhã, a tarde e à noite, sempre fresh”, detalha Júlia. As hot pants também caíram no gosto da consumidora. “A tendência ganhou adeptas nesse verão. Antes, muitas achavam que era só para as mais ousadas ou magras, mas agora o modelo já está começando a ser aceito, entrando na wishlist de várias mulheres antenadas. É uma proposta que, usada do jeito certo, como biquíni ou sob roupas supertransparentes, confere visual descolado e cool”, ensina.
Cristina Horta/E.M/D.A Press
Bárbara Goulart, proprietária da L'allume (foto: Cristina Horta/E.M/D.A Press)

De forma geral, a buyer da butique diz que, independentemente do perfil, a consumidora tem procurado uma roupa linda e versátil e que possa ser usada desde a manhã até a noite. “Verão pede sempre muita leveza, e cores. Então, uma aposta certa para essa coleção é uma cartela de tons variada. Estou apostando principalmente nas estampas e no néon, duas tendências que vimos muito e são a cara da estação”, resume. Já para quem pretende embarcar para curtir a temporada de inverno, a compradora destaca modelos enriquecidos por peles como os mais procurados. “O frio pede glamour e Aspen, por exemplo, destino famoso por reunir nesta época a nata mundial, exige produções à altura. Daí o estilo luxuoso dominar o dress code para o after ski”, avisa.

Produções variadas Também a Atroz, multimarcas das sócias Mariana Patrus, Silvana Simões e Titina Lage, fundada há 22 anos, é endereço certo para as compras de fim de ano. “Atendemos a um público que é, ao mesmo tempo, moderno, sofisticado e despojado. Então, cada coleção é pesquisada e elaborada com muito carinho. Cerca de 50% dos produtos são de nossa linha própria e a outra metade das grifes Ateen, Julia Cherman, It Co, Sofia by Vix, Bobô, Skazi, Canal, K&T e Lado Basic, entre outras”, conta Titina. Diferencial é o preço: de R$ 200 a R$ 1,2 mil.” 
Atroz/divulgação
Mariana Patrus, Silvana Simões e Titina Lage, sócias da loja Atroz (foto: Atroz/divulgação)

Caracterizando a cliente como a mulher de diversas faixas etárias, antenada e viajada, ela revela as apostas para a temporada de calor. “Acreditamos em peças de laise, rendas, tecidos fluidos e muito bordado. Nos inspiramos no verão europeu para criar e definir o mix de produtos”, avisa. Titina ainda descreve alguns looks que considera para lá de estilosos. “Cafetã e saídas de praia bordadas para um luau em praia badalada; um vestidinho fluido bem leve para cair na pista e saia longa e maiô para um passeio de lancha ou para assistir a um belo pôr do sol”, sugere.

Na L’allume, outra multimarcas grifada, a proprietária Bárbara Goulart aposta em um trabalho personalizado que envolve curadoria e styling de 35 grifes, incluindo Lolitta, Patricia Viera, Isolda, Lilly Sarti, Pat Bo, Fabulous Agilita, Cecilia Prado, Fátima Scofield e Magrella. “Escolho o mix para uma mulher antenada, de 18 a 70 anos, de alma jovem e que ama estar sempre bem vestida. São clientes de diferentes estilos, mas sempre apostando no que mais as valoriza e favorece.

No atual contexto econômico, Bárbara lembra que as mulheres estão investindo em peças que sejam mais atemporais, eternas. “Como buyer da L’Allume, tenho pensado nisso. O investimento em peças eternas tem sido preferência das consumidoras, enquanto as modas passageiras não perderam seu lugar, mas neste momento procuro eleger as de valor mais acessível. Então, há uma mescla.” Outra tendência, informa ela, é que as marcas não têm feito coleções datadas como verão e inverno, e, sim, coleções híbridas, com peças adequadas para estações variadas. “Uma dinâmica muito importante para as nossas clientes, pois muitas estão sempre viajando! Agora, com a chegada do verão por aqui, estamos tendo também uma procura enorme por peças de frio. Já entre os meses de maio e julho, frio no Brasil, temos uma procura imensa por looks de calor, para as que vão curtir o verão no hemisfério norte. Dessa maneira, estamos montando coleções sem estações definidas”, pontua.

Sem estações definidas Neste verão, Bárbara conta que atendeu clientes que estão de partida para o litoral brasileiro, e também para a Suíça, EUA e França. Entre modelos praianos, ela elege como hits maiô que também pode ser usado como body; além de peças hot pant, plissadas, com babados, ombros de fora, cafetãs e batas, e de cor néon, que considera a grande aposta para o verão 2017. “A cor fosforescente está em saídas de praia, biquínis e maiôs. Rosa-chiclete, amarelo e laranja contrastando com o preto e o nude ficam incríveis”, opina. A empresária de moda cita ainda os tecidos metalizados e o lurex, principalmente em vestidos e saias, e sugere também a jaqueta bomber como peça-chave. Avisa ainda que os patches (intervenções divertidas aplicadas sobre modelos) permanecerão e define o choker como acessório da vez. Para ela, vale apostar ainda em acessórios náuticos (com pegada navy), chapéu Panamá e bolsa de palha para desfilar o verão com estilo e charme.

Na Espaço Deluxe, as irmãs e empresárias Andrea Fragoso e Rachel Pena privilegiam uma curadoria apoiada em marcas brasileiras, em especial as mineiras. “Atualmente, trabalhamos com mais de 30 marcas, elegendo um mix diferenciado e de bom gosto, pois acreditamos que nosso olhar único e a seleção criteriosa representam o diferencial da loja”, cita Andrea.
Ela define o público-alvo como a mulher moderna que gosta de estar bem vestida no seu dia a dia e diz que para o verão apostou muito nos vestidos e saias mídi, em peças brancas, “clássicas do verão”, em estampas florais , blusas e vestidos ombro a ombro. “Destaque foram as rendas Renascença que chegaram com tudo na Deluxe”. Pode apostar.
Rachel Pena e Andrea Fragoso, sócias da Espaço Deluxe

Os dez mais para o verão 2017

A seguir, confira a seleção de peças apontadas pelas multimarcas da cidade como as queridinhas da temporada de calor 

>> Vestidos longos e fluidos
>> Batas e cafetãs
>> Body (que pode ser usado como maiô e vice-versa)
>> Hot-pants (como biquíni ou sob peças transparentes)
>> Blusas e vestidos ombro a ombro
>> Plissados
>> Babados
>> Macaquinho
>> Modelos em crochê
>> Néon

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE FEMININO