Carrie Fisher tinha cocaína e heroína em seu organismo, aponta autopsia

Laudo divulgado nesta segunda-feira, 19, aponta que a atriz pode ter consumido cocaínas três dias antes de passar mal

por Francelle Marzano 19/06/2017 14:30

AFP
A atriz passou mal numa viagem de avião em dezembro de 2016 e morreu quatro dias depois (foto: AFP)

A atriz Carrie Fisher, conhecida por interpretar o papel da Princesa Leia na saga "Star Wars", tinha cocaína, heroína e ecstasy em seu organismo quando passou mal numa viagem de avião em dezembro de 2016. O relatório médico da autopsia foi divulgado nesta segunda-feira, 19.

 

De acordo com a agência de notícias Associated Press (AP), o laudo afirma que a atriz pode ter consumido cocaína três dias antes de passar mal. Ainda segundo a AP, os exames também teriam detectado vestígios de heroína e ecstasy, mas não foi possível determinar quando a atriz teria feito uso dessas substâncias nem o impacto delas em sua morte, aos 60 anos, quatro dias depois do incidente no avião, em 27 de dezembro.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE E-MAIS