Apoiadora de Trump, Caitlyn Jenner critica medida do governo americano

Presidente dos Estados Unidos revegou instruções federais que orientavam escolas a permitir que estudantes trans pudessem escolhar qual banheiro utilizar

por Estado de Minas 24/02/2017 12:14
Twitter/Reprodução
Caitlyn Jenner se pronuncia sobre a nova decisão de Donald Trump. (foto: Twitter/Reprodução)
Transgênero, republicana e apoiadora de Donald Trump, Caitlyn Jenner se pronunciou sobre a nova decisão do Presidente dos Estados Unidos que afeta a vida das pessoas trans.

Na última quarta-feira (22), Trump revogou instruções federais que orientavam as escolas americanas a permitir que estudantes transgêneros pudessem escolher qual banheiro usar, feminino ou masculino. 

Em um víde publicado pelo Twitter, Caitlyn mandou um recado para o presidente norte-americano. ''Isso é uma mensagem de um republicano para outro. Isso é um desastre. E você pode consertar isso. Você prometeu que iria proteger a comunidade LGBTQ. Me ligue!'', diz ela. 
 
Confira:  
 

De acordo com o Presidente, a decisão promulgada durante os últimos meses de mandato de Barack Obama gerou ''muita confusão e ações judiciais sobre como deveriam ser aplicadas''. 

Ao longo da campanha presidencial que tomou conta dos Estados Unidos em 2016, Caitlyn apoiou publicamente a candidatura de Donald Trump e chegou a afirmar que o magnata seria melhor para as mulheres do que a democrata Hillary Clinton. ''Todo acha que os democratas sabem lidar melhor com as questões LGBT. Mas Trump parece apoiar as mulheres. Ele apoia a comunidade pelo o que aconteceu na Carolina do Norte com a questões dos banheiros. Ele ficou do lado dos LGBT. Com Trump, temos muitas incertezas. Com Hillary, sabemos o que a comunidade LGBT vai conseguir'', disse, à época. 

Caitlyn Jenner foi uma das convidadas de honra do presidente durante o jantar de posse, no dia 20 de janeiro. 

PROTESTOS 

Pelas redes sociais, alguns famosos protestaram contra a decisão. A apresentadora Ellen DeGeneres falou sobre o assunto em seu Twitter. ''Acabei de ver as notícias sobre a remoção das leis que  protegem as pessoas trans. Não se trata de política. É sobre direitos humanos, e isso não é ok'', escreveu. 

A atriz Ellen Page falou: ''Precisamos proteger a juventude trans e enfrentar essa crueldade que prejudica nossos filhos''. 

Laverne Cox, atriz trans conhecida pelo papel de Sophia Bruset na série Orange is the new black, publicou uma declaração sobre a decisão. ''O projeto de lei dos banheiros não é sobre banheiros. É sobre o direitos das pessoas trans de existirem em lugares públicos. Se nós não podemos usar banheiros públicos, não podemos ir à escola, ao trabalho, ao médico. É realmente sobre o direito de existir em lugares públicos. Eu existo. Eu tenho o direito de existir em lugares públicos'', disse. 

A declaração gerou a tag #TransRightsAreHumanRights (Direitos trans são direitos humanos, em tradução livre) e tem sido usada por pessoas contrárias à decisão de Donald Trump


VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE E-MAIS