Encontrada morta, Heloísa Faissol deixou carta de despedida

A informação foi confirmada pela delegada responsável pelo caso, Cristiana Bento, e entregue aos familiares

por Estado de Minas 03/02/2017 16:13

Reprodução/Twitter
A família confirmou que Heloísa tinha quadro de depressão (foto: Reprodução/Twitter)
A socialite Heloisa Faissol, encontrada morta na tarde da última quinta-feira (2) no apartamento em que morava, em Copacabana, no Rio de Janeiro, deixou uma carta de despedida para a família. 

 

A informação foi confirmada pela delegada Cristiana Bento, que investiga o caso, ao portal UOL. A carta foi entregue aos familiares: "Parece que foi suicídio, mas tudo vai depender do laudo. Pode ter sido um ataque cardíaco, por exemplo. A casa estava intacta. Há mesmo uma carta, eu a li, mas não vou falar sobre isso. Foi entregue à família, que está muito abalada", disse Cristiana ao site. 

 

O corpo foi encontrado no banheiro do apartamento pelo filho, José Arthur Gerdes, de 20 anos, e já estava em fase avançada de decomposição. "Há indícios de que ela tenha mesmo morrido no domingo. Desde então, o filho ligava e ela não atendia. Daí o rapaz foi até lá na quinta-feira. Ela morava sozinha e vi as mensagens dele no celular dela. Tinha muitos recados dele", afirmou a delegada, ainda segundo o UOL. 

 

A família procurou a delegacia, em Copacabana, na tarde de quinta, e afirmou que Heloísa tinha um quadro de depressão. Segundo a polícia, não é possível afirmar a causa da morte até que saiam os resultados técnicos da perícia, que deve ficar pronto na próxima terça-feira, 7. 

 

O corpo de Heloísa Faissol será cremado neste sábado (4), às 11h, na capela 9 do Memorial do Carmo, Zona Portuária do Rio. A família optou por não realizar velório e fará apenas uma cerimônia íntima de despedida 30 minutos antes da cremação. 

 

 

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE E-MAIS