Porta dos Fundos é o canal do YouTube mais influente do mundo em 2016

Levantamento da empresa norte-americana Zefr mostrou os dez youtubers mais populares do ano

por Diário de Pernambuco 21/12/2016 15:44
YouTube/Reprodução
Grupo conta com mais de 12,8 milhões de seguidores e acumula mais de três bilhões de visualizações. (foto: YouTube/Reprodução)
O Porta dos Fundos foi o canal mais influente do YouTube em todo o mundo neste ano. É o que aponta um levantamento feito pela empresa norte-americana Zefr, que rastreou e elencou os canais que obtiveram maior engajamento ao longo do ano e divulgou os resultados nesta semana. Atualmente, o grupo conta com cerca de 12,8 milhões de seguidores e acumula mais de três bilhões de visualizações.

O restante da lista é dominado por canais voltados para o público gamer. Em segundo lugar está Jacksepticeye, VanossGaming em terceiro, PewDiePie, em quarto e Markiplier na oitava posição como alguns dos destaques. O piauiense Whindersson Nunes, que em julho foi elencado como o segundo youtuber mais influente do mundo pela empresa norte-americana Snack Intelligence e em outubro segunda personalidade brasileira mais importante para os jovens de acordo com pesquisa da Provokers, atrás apenas do apresentador Luciano Huck, não aparece na lista apesar da popularidade no país.

O comediante, aliás, é o atual dono do posto de canal mais seguido do Brasil desde outubro, quando superou o Porta dos Fundos. Ele tem cerca de 15,2 milhões de inscritos e já foi visto mais de um bilhão de vezes na plataforma de vídeos.

O Porta dos Fundos estreou na internet em março de 2012 e tem como marca registrada vídeos irônicos de diversas temáticas. Politica, religião, futebol e celebridades são temas recorrentes no canal, que já foi alvo de ações judiciais por conta das polêmicas que levantou. O vídeo mais visto da empresa foi a esquete Rola, lançada há três anos. São 23,4 milhões de visualizações e mais de 10,6 mil comentários publicados desde janeiro de 2013, quando foi foi publicado.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE E-MAIS