Artistas negros dos EUA protestam contra violência racial

Em vídeo, personalidades como Beyoncé e Rihanna apoiam a causa, listando '23 formas de morrer nos EUA se você for negro'

por Agência Estado 13/07/2016 19:16

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.



Artistas de origem afro-americana - entre eles Beyoncé e Rihanna - se uniram contra casos de violência e assassinatos sofridos por pessoas negras nos Estados Unidos. Em vídeo divulgado pelo movimento 'We Are Here', do qual Alicia Keys faz parte, personalidades que apoiam a causa listaram "23 formas de morrer nos EUA se você for negro".

Um após um, motivos banais - como atravessar o sinal de trânsito - são descritos como causa para assassinatos até chegar na última: "Fazendo absolutamente nada".

Alicia dá um recado no final do vídeo: "Entre no site wearehere.com para dizer ao presidente Obama e aos congressistas que a hora para a mudança é agora. Nós demandamos transformação radical para mudar uma longa história de racismo sistêmico, para que todos os norte-americanos tenha o direito igual a viver e perseguir a felicidade".

 

 

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE E-MAIS