Beatriz Coelho Silva lança livro neste sábado na livraria Ouvidor

'Negros e judeus na praça Onze - A história que não ficou na memória' reconstitui o cotidiano da Praça Onze, berço do samba demolido em 1942

por Estado de Minas 01/04/2016 09:30

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.

Beatriz Coelho/Divulgação
(foto: Beatriz Coelho/Divulgação)
Neste sábado, dia 2, a partir das 12h, a autora Beatriz Coelho Silva  lança o livro ‘Negros e Judeus na Praça Onze. A História que não ficou na Memória’, na livraria Ouvidor, Belo Horizonte.


No evento, a autora irá contar um pouco da história de construção da obra. Negros e Judeus na Praça Onze. A História que Não Ficou na Memória conta a história desses dois grupos no Rio de Janeiro do início do século 20.


Como lidaram com suas diferenças e semelhanças, no bairro que abrigava imigrantes pobres de origens diversas e que foi demolido em 1942, para a Avenida Presidente Vargas passar. Vindos de um passado traumático, marcado pela escravidão e por perseguições religiosas, negros e judeus tinham em comum a desconfiança da sociedade.


A autora recria o ambiente da Praça Onze, onde seus moradores criaram genuínas manifestações da cultura brasileira. Demolida, Praça Onze entrou para a mitologia do Rio de Janeiro.

Beatriz busca entender como negros e judeus, que conviveram no mesmo bairro durante décadas, não se lembram uns dos outros.  “Meu interesse é mostrar que, juntos na luta pela sobrevivência, criaram importantes elementos da cultura brasileira”, explica Beatriz.


O relato se baseia em pesquisa acadêmica e no testemunho de personagens que viveram na Praça Onze. Quem é amante da história do Rio de Janeiro e do samba e da cultura judaica, não pode deixar de ler a obra, dividida em quatro capítulos, “Um gueto sem muralhas ou restrições”, “Berço do samba e de bambas”, “Um povo invisível para o outro” e “Apagada do mapa. Viva na memória”.
 

Encontro com a autora do livro
Negros e Judeus na Praça Onze. A história que não ficou na memória
Local – Livraria do Ouvidor
R. Fernandes Tourinho, 253 - Savassi – Belo Horizonte
Data – 2 de abril de 2016 (sábado)
Horário – a partir das 12h
Entrada Franca

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE E-MAIS