Musical de Chico Buarque em BH é cancelado depois de confusão

Ator teria ofendido a presidente Dilma e a plateia reagiu com 'não vai ter golpe'.

por Estado de Minas 19/03/2016 23:49

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Leo Aversa/divulgação
(foto: Leo Aversa/divulgação)
Terminou em confusão a apresentação do musical “Todos os musicais de Chico Buarque em 90 minutos”, no Sesc Palladium, no Centro de Belo Horizonte. Desentendimento entre o ator e diretor da peça, Cláudio Botelho, e a plateia levou ao cancelamento do espetáculo e provocou tumulto na porta do teatro.

Segundo alguns espectadores, a polêmica começou após o ator ofender a presidente Dilma Rousseff durante a apresentação. Parte da plateia reagiu ao comentário aos gritos de “viva Chivo” e “não vai ter golpe”, se retirando em seguida do teatro.

Na porta do Sesc, muitos tentaram pedir reembolso do ingresso, que custou de R$ 25 a R$ 100.

“Todos os musicais de Chico Buarque em 90 minutos” estreou em 2014, no Rio de Janeiro, onde cumpriu temporada. Ano passado, foi a vez de São Paulo. Só agora o espetáculo começa a fazer turnê no Brasil, com duas apresentações no Sesc Palladium, neste sábado e neste domingo.

O cancioneiro é utilizado para contar a história de uma trupe teatral mambembe (algo como a Caravana Rolidei de Bye bye Brasil). Cláudio Botelho, diretor e produtor na maior parte do tempo, abriu um lugar na agenda para voltar ao palco. Ele é o protagonista do espetáculo, um idoso em início de demência casado há muitos anos (sua mulher é interpretada por Soraya Ravenle, uma das atrizes mais completas e prolíficas de musicais) que se encanta com a chegada de uma jovem à trupe.

Os atores/cantores representam personagens definidos em uma única história que liga uns aos outros através das canções e também são personagens das peças que vão encenando ao longo das praças onde param para apresentar seu espetáculo. O público assiste, desta maneira, ao teatro dentro do teatro.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE E-MAIS