Peça 'Silêncio!' discute tabu das prostitutas conhecidas como ''polacas''

Jovens imigrantes do Leste Europeu sofriam discriminação tanto por parte dos brasileiros quanto por seus conterrâneos

13/02/2016 10:00

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.

Silêncio!, peça de Renata Mizrahi, fala de um tabu: a trajetória de moças judias do Leste Europeu que emigraram para a América, no início do século 20, e se viram obrigadas a se prostituir. Eram as “polacas”, discriminadas por sua gente e nos países para onde se mudaram. Elas vendiam o corpo nas ruas e zonas boêmias do Rio de Janeiro, São Paulo, Buenos Aires e de Nova York.

Renato Mangolin/divulgação
Suzana Faini (à esquerda) interpreta a matriarca Esther (foto: Renato Mangolin/divulgação)
A trama se passa durante um jantar judaico comandado pela matriarca Esther, papel de Suzana Faini – atriz experiente, conhecida do grande público por sua participação em novelas de TV. Conflitos de geração, drama e humor marcam o texto de Silêncio!. Renata Mizrahi e Priscila Vidca assinam a direção da montagem.

Neste sábado, 13, das 15h às 18h, a dupla ministra oficina de introdução à dramaturgia, no Galpão Cine Horto. Há 20 vagas para atores, escritores e estudantes de teatro. Inscrições: neiladelucena@gmail.com. Pede-se enviar carta de intenção, breve currículo e dados pessoais.

SILÊNCIO!
Direção: Renata Mizrahi e Priscila Vidca. Galpão Cine Horto,
Rua Pitangui, 3.613, Horto, (31) 3481-5580. Sábado, às 21h; domingo, às 20h. R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia).

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE E-MAIS