Londres elimina grafite de Banksy que criticava violência contra refugiados

Artista anônimo usou personagem de 'Os miseráveis' para denunciar agressões policiais contra imigrantes

por AFP 25/01/2016 20:27

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.

Foi coberto nesta segunda-feira, 25, o mais recente grafite do artista anônimo de rua conhecido como Banksy. A obra apareceu no último sábado em Londres e criticava o tratamento dado aos imigrantes. O desenho se referia à situação dos milhares de imigrantes que aguardam o melhor momento para se dirigir ao Reino Unido a partir da cidade francesa de Calais.

AFP PHOTO / RAY TANG
Em frente à Embaixada da França, Cosette é coberta por gás lacrimogênio (foto: AFP PHOTO / RAY TANG )
O desenho apareceu no sábado em frente à embaixada francesa e Londres e representa a menina Cosette do romance Os miseráveis, de Victor Hugo, coberta parcialmente com uma nuvem de gás lacrimogênio, com a bandeira francesa ao fundo.

O desenho trazia ao seu lado um código interativo que, quando era escaneado, remetia ao vídeo de um ataque policial ao campo de imigrantes de Calais no qual supostamente foram utilizadas balas de borracha e bombas de gás lacrimogêneo.

 

Os grafites de Banksy valem centenas de milhares de dólares e dois homens tentaram levar a obra na noite de domingo, informou a polícia.

AFP PHOTO / RAY TANG
Aplicada à parede de um estabelecimento comercial, obra foi removida nesta segunda-feira (foto: AFP PHOTO / RAY TANG )

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE E-MAIS