Museu de SP, tomado por incêndio, é reconhecido por proposta diferenciada

Empregando tecnologia de ponta em diferentes recursos audiovisuais, espaço celebra o idioma português; prédio do século 19 foi tomado por chamas

por Estado de Minas 21/12/2015 17:05

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Divulgação/Museu da Lingua Portuguesa
(foto: Divulgação/Museu da Lingua Portuguesa)


O Museu da Língua Portuguesa, em São Paulo, foi atingido por um incêndio de grandes proporções na tarde desta segunda-feira, 21. O espaço cultural é sediado na Estação Luz, importante edifício do século 19. Parte do telhado de todo o prédio histórico já foi destruído. Além de ser um símbolo para a capital paulista, é um dos museus mais visitados do país.

O espaço foi inaugurado em março de 2006 e é reconhecido pela proposta museológica mais interativa, onde a palavra aparece em destaque. O projeto cenográfico é de Marcello Dantas. O museu está sediado em São Paulo por ser a cidade com maior número de falantes da língua portuguesa: cerca de 11 milhões.

O primeiro andar era destinado à exposições temporárias e ao setor educativo. O segundo abriga atrações fixas. Entre elas, uma tela de 106m de extensão com projeções de filmes em português, mostrando o cotidiano e a história dos brasileiros. Havia ainda uma linha do tempo com recursos para o visitante interagir, além de totens e mapa dos falares.

No terceiro andar, num auditório, o público podia conferir a projeção de um filme curto sobre a língua portuguesa e uma antologia da literatura, com curadoria de José Miguel Wisnik e Arthur Nestrovski.

Atualmente, estavam em cartaz as exposições “Esta Sala é uma Piada” e “O tempo e eu e vc”, em homenagem ao mestre Câmara Cascudo.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE E-MAIS