Oi Futuro em busca de nova sede

Palacete Dantas e Solar Narbona, no Circuito Praça da Liberdade, abrigariam centro cultural, mas parceria foi cancelada.

por Carolina Braga 21/12/2015 08:49

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.

Termina oficialmente hoje a parceria firmada entre o governo de Minas Gerais e o Instituto Oi Futuro para a ocupação dos prédios do Palacete Dantas e do Solar Narbona, no Circuito Cultural Praça da Liberdade. Os edifícios históricos abrigariam a nova sede do centro cultural da empresa, mas, de acordo com o governo, problemas estruturais do terreno encareceram o projeto, exigindo investimentos além do previsto.

A Oi optou por não manter o convênio. Foram oferecidos à empresa prédios do estado que já têm as características exigidas pelo centro cultural, sem a necessidade de obras vultosas, informa Michele Arroyo, presidente do Instituto Estadual do Patrimônio Histórico e Artístico de Minas Gerais (Iepha-MG), responsável pela gestão do circuito. Uma das opções é uma área do Edifício JK, no Barro Preto, ocupada pela Delegacia Especializada de Preservação da Qualidade de Vida e Ecologia, que está de mudança.

A ideia inicial do Instituto Oi Futuro era reformar os prédios históricos e construir um anexo para receber teatro e galerias de arte. No entanto, ao chegar à fase do projeto executivo, concluiu-se que seria necessário reforço estrutural, o que tornou os planos economicamente inviáveis. “Apresentamos algumas possibilidades à Oi, mas ainda não nos responderam", informa Michele Arroyo.

Beto Novaes/EM/D.A Press
Palacete Dantas integra o Circuito Cultural Praça da Liberdade (foto: Beto Novaes/EM/D.A Press)

O Palacete Dantas e o Solar Narbona abrigariam o centro cultural obrigado a deixar o espaço onde funcionava o Teatro Klauss Vianna. O prédio, na Avenida Afonso Pena, 4.001, foi entregue ao Tribunal de Justiça de Minas Gerais pelo governo do estado. De acordo com Michele Arroyo, com a desistência da Oi, o Palacete Dantas será sede do Museu da Educação e Centro de Referência do Professor, que atualmente funciona na Gameleira.


GASTRONOMIA

Entre as novidades do Circuito Praça da Liberade prometidas para o ano que vem está a inauguração do Centro de Referência da Gastronomia Mineira. “A princípio, ele ficará na casa do Iepha, um sobrado azul na Rua da Bahia”, informa Michele. Segundo ela, foram retomadas outras obras no Circuito Cultural Praça da Liberdade, realizadas no prédio Rainha da Sucata e no forro do Museu Mineiro. Ambas serão concluídas no início de 2016, promete a presidente da Iepha. A reabertura do Palácio da Liberdade a visitas está prevista para depois do carnaval. A única pendência, segundo Michele Arroyo, é a troca do toldo nos fundos do prédio, por onde o público ingressará na antiga sede do governo mineiro.

 

ENQUANTO ISSO... KLAUSS VIANNA

Ainda não há decisão final sobre o futuro do Teatro Klauss Vianna, que funcionava no térreo do antigo prédio da Oi, na Avenida Afonso Pena. O imbróglio se arrasta há um ano e meio. O Tribunal de Justiça de Minas Gerais assumiu o imóvel devido à decisão do governo estadual. Para atender às necessidades do Judiciário, pensou-se em destruir o teatro para erguer ali salas do pleno. Em junho, o TJ sinalizou a possibilidade de manter o Klauss Vianna com acesso autônomo, caso fosse construído um anexo para atender ao pleno. A obra precisa ser aprovada por 120 desembargadores.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE E-MAIS