Peça do Espanca! se inspira em fatos reais que simbolizam o impasse do país

'Real: teatro de revista política' reúne quatro peças curtas e será apresentado neste fim de semana, na capital mineira

por Carolina Braga 18/12/2015 08:00

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Guto Muniz/divulgação
(foto: Guto Muniz/divulgação)
A realidade bateu forte na porta do Espanca! neste 2015. A sétima montagem do grupo formado por Gustavo Bones, Marcelo Castro e Aline Villa Real nasceu da proposta que o trio fez a quatro colegas dramaturgos. Eles escolheram quatro notícias como ponto de partida para seu novo espetáculo: o linchamento de Fabiane Maria de Jesus, no Guarujá (SP); o atropelamento do ciclista David Santos Souza, na Avenida Paulista (SP), em 2013; a chacina promovida por policiais, no Complexo da Maré (RJ), há dois anos; e a greve dos garis cariocas, no carnaval de 2014.

Real: teatro de revista política reúne quatro peças curtas. Inquérito tem texto de Diogo Liberano; O todo e as partes, de Roberto Alvim; Maré, de Márcio Abreu; e Parada serpentina traz provocações de Byron O’Neill para uma criação em dança. Em novembro, a montagem estreou no Instituto Itaú Cultural, em São Paulo.

“São várias formas de a gente se aproximar esteticamente da realidade brasileira e também de responder simbolicamente ao que a realidade tem nos colocado”, afirma Gustavo Bones. Segundo ele, as apresentações de Real... têm revelado que o espetáculo oferece percursos diferentes a cada espectador. “Para o Espanca!, é uma tentativa de responder aos gritos e às urgências que o Brasil tem vivido”, sintetiza o ator.

Vem daí a opção de tratar o conjunto de peças como uma revista. O subtítulo se refere ao gênero teatral que chegou ao Brasil em 1859, caracterizando-se por “passar em revista” fatos políticos e sociais.

A montagem tem direção-geral de Marcelo Castro e Gustavo Bones. Eles dividem o palco com Alexandre de Sena, Allyson Amaral, Assis Benevenuto Vidigal, Gláucia Vandeveld, Grace Passô, Karina Collaço, Leandro Belilo e Michele Sá. Depois das sessões, os atores ouviram vários comentários sobre o quanto o novo trabalho é um exemplo de risco. “Isso ficou muito forte para a gente. Não tivemos medo”, diz Bones.

NOVIDADE

Nunca o Espanca! trabalhou com elenco tão numeroso. A investigação de fatos com escritas diversas é outra novidade nos 11 anos da companhia de BH. Pela primeira vez, o grupo se aproxima do universo da dança e do teatro de bonecos.

A temporada mineira vai arrecadar recursos para o caixa da companhia. Este ano, o Espanca! teve parte de seus recursos desviados por uma colaboradora. Enquanto corre ação na Justiça, o grupo aposta na temporada de Real.... Para cobrir o rombo, foi necessário tomar empréstimo de R$ 60 mil.

“Levamos essa rasteira da realidade. Na verdade, exemplos de falta de caráter podem estar muito próximos da gente. Quando descobrimos, o baque emocional foi muito grande, mas o Espanca! sempre nos surpreende em momentos adversos. Ele vai virando potência”, conclui Gustavo Bones.

REAL: TEATRO DE REVISTA POLÍTICA
Neste sábado, às 20h, e domingo, às 19h. Galpão Cine Horto. Rua Pitangui, 3.613, Horto, (31) 3481-5580. R$ 50 (inteira) ou R$ 100 (ingresso + coleção de livros Espanca!).

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE E-MAIS