Marília Pêra deixa peça, temporada de série de televisão e longa-metragem inéditos

Episódios de 2016 de 'Pé na cova' estão gravados; atriz dirigiu espetáculo que estreia no próximo fim de semana em BH e atuou em filme que chega às telas no ano que vem

por Ana Clara Brant 05/12/2015 20:44

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
JOÃO COTTA/DIVULGAÇÃO
Marília Pêra como a maquiadora Darlene, de 'Pé na cova' (foto: JOÃO COTTA/DIVULGAÇÃO)
O público ainda vai poder matar as saudades de Marília Pêra durante um tempo. A atriz está no ar como a hilária maquiadora de funerária Darlene, no seriado de Miguel Falabella, 'Pé na cova', que vai ao ar às terças-feiras pela TV Globo. Duas temporadas da atração já estavam gravadas, sendo que uma delas está sendo exibida e a outra, provavelmente a última, deve estrear no ano que vem. Aliás, Miguel, seu grande amigo, preparava uma nova série que a teria como protagonista. Em 'Negócios da família', a atriz interpretaria a mulher de um político corrupto que perde todas as mordomias e se transforma em uma viúva negra que mata milionários para ficar com suas fortunas. A artista também estava com alguns projetos encaminhados, como livros, peças e discos. No próximo fim de semana, chega a Belo Horizonte o espetáculo teatral 'Depois do amor', estrelado por Danielle Winits e Carolina Ferraz e que tem direção de Marília Pêra. A produção, que será encenada no próximo sábado, dia 12, no Cine Theatro Brasil Vallourec, estreou neste sábado, 5, em Manaus. Mesmo com a morte da estrela, a produção decidiu manter as duas apresentações no Teatro Amazonas, numa forma de homenagear Marília. Em cena, um dos maiores mitos femininos do século 20: Marilyn Monroe, papel de Danielle. Já Margot, interpretada por Carolina, é uma mulher comum. Apesar das diferenças abissais entre os mundos de ambas, perceptíveis de imediato, elas se aproximam na dificuldade de se afirmar com autonomia em um mundo controlado pelos homens e na impossibilidade de encarar a vida sem afeto. Recentemente, Marília Pêra havia entrado em estúdio para gravar um disco pelo selo Biscoito Fino. No repertório, canções de Tom Jobim, Johnny Alf, Dolores Duran e de Kurt Weill. A artista carioca também poderá ser vista nas telonas no ano que vem, já que fez uma participação especial na comédia 'Tô ryca', protagonizada por Samantha Schmütz, e que tem previsão de estrear no meio de 2016. Falando em cinema, a voz de Marília Pêra está eternizada no documentário 'Chico %u2014 Artista brasileiro', de Miguel Faria Jr, que está em cartaz em Belo Horizonte, no Belas artes, Ponteio e Diamond Mall. No filme, ela lê trechos do livro 'O irmão alemão', escrito pelo cantor e compositor. Também deve ser lançada uma fotobiografia de Marília, com textos de sua irmã Sandra Pêra.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE E-MAIS