'Maestro!' narra a trajetória do pianista e regente João Carlos Martins

Biografia foi escrita por Ricardo Carvalho

por Mariana Peixoto 14/11/2015 08:00

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Euler Junior/EM/D.A Press
João Carlos Martins lança o livro 'Maestro! A volta por cima de Joao Carlos Martins e outras historias' (foto: Euler Junior/EM/D.A Press )
Um trabalho de psicanálise. As palavras são de João Carlos Martins, de 75 anos, sobre o trabalho empreendido pelo jornalista Ricardo Carvalho que resultou no livro Maestro! Uma biografia. Biógrafo e biografado vieram a Belo Horizonte nesta semana para uma sessão de autógrafos.

A vida de Martins, os admiradores de um dos maiores intérpretes de Bach do mundo sabem, daria tanto livro quanto filme. Na verdade, já rendeu. A biografia de Carvalho é a segunda publicada sobre o músico. E sua trajetória também já rendeu uma narrativa audiovisual (o documentário O piano como destino, de José Roberto Walker, lançado em junho pela TV Cultura). Existe ainda a intenção de uma cinebiografia, em que o pianista seria interpretado por Marcelo Serrado.

Pianista virtuoso, Martins ainda jovem sofreu um acidente que o obrigou a interromper a carreira. Voltou ao palco anos mais tarde e, já com a carreira restabelecida, desenvolveu o chamado Distúrbio Osteomuscular Relacionado ao Trabalho (Dort), o que mais uma vez fez com que deixasse o piano de lado.

Conseguiu, a despeito disto, voltar ao piano, gravando praticamente toda a obra de Bach. Mas um novo incidente o afastaria do instrumento e chegou a ser desenganado pelos médicos, que disseram que não conseguiria voltar a tocar. Ele soma 20 cirurgias para recuperar o movimento das mãos e seis interrupções na carreira.

Com dificuldade para executar o piano, Martins resolveu se dedicar à regência. Em 2004, formou a Bachiana Filarmônica. E, ao longo dos últimos anos, mesmo com o movimento das mãos muito prejudicado, continuou se dedicando ao piano, da maneira possível.

“O Ricardo fez uma pesquisa da minha vida desde os 8 anos. Acabou saindo uma biografia com coisas de que eu nem me lembrava mais, como a primeira vez que senti distonia nas mãos”, comentou o maestro, entre um autógrafo e outro, na drogaria Araújo Centenário. O biógrafo comentou sobre a influência do pai do maestro, o pianista José Eduardo Martins. “Ele teve uma importância fundamental, como no fato de o João querer sempre voltar ao piano.”

É uma imagem do maestro, aos quatro anos, dando um beijo no pai que encerra a narrativa. “É um livro emocionante, com os erros e acertos da minha vida. Há coisas (na própria vida) que eu gostaria de ter mudado. Mas é minha história, então tenho que admitir que esse é o meu destino”, acrescentou o maestro, que encerra 2015 com 170 apresentações da Bachiana Filarmônica.

MAESTRO! UMA BIOGRAFIA
De Ricardo Carvalho. Editora Gutenberg, 320 páginas, R$ 34,90.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE E-MAIS