Museu Inimá de Paula expõe as obras da Jornada Solidária Estado de Minas

Acervo, que será leiloado em 10 de novembro, reune artistas de expressão nacional e internacional

por Carolina Braga 28/10/2015 09:00

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
FOTOS: EULER JUNIOR/ EM/D.A Press
Ricardo Ferrari retrata uma das mais populares brincadeiras de rua em Empinando pipa (Errol Flynn) (foto: FOTOS: EULER JUNIOR/ EM/D.A Press)
A Jornada Solidária Estado de Minas promove nesta quinta-feira, a partir das 19h30, no Museu Inimá de Paula, vernissage da exposição das obras do próximo Leilão de Arte da campanha, a ser realizado no dia 10 de novembro.

O leilão é promovido a cada dois anos e arrecada recursos para a Jornada, que neste 2015 beneficia 11 creches comunitárias e um abrigo de crianças em situação de risco social. Os Diários Associados mantêm o programa de responsabilidade social desde 1964.

Galeristas de Belo Horizonte trabalharam na captação das 63 obras reunidas até aqui para o leilão, que ocorrerá também no Museu Inimá de Paula. “A participação mineira foi enorme. Todas as galerias se empenharam muito e percebi uma adesão massiva. Houve um consenso na doação de obras importantes”, afirma Orlando Lemos, responsável pela curadoria da exposição.

Neste ano o leilão foi precedido pelo ciclo de seminários Arte É Preciso, que discutiu tendências estéticas e mercadológicas, assim como as condições de produção e difusão do trabalho artístico. Para Orlando Lemos, os encontros realizados na sede do Estado de Minas entre 17 de setembro e a quinta-feira passada contribuíram para elevar a discussão em torno do tema e também convocar a comunidade interessada na iniciativa.

“Tivemos muitos professores, curadores importantes e artistas participando dos debates, apresentando pesquisas inteligentes e interessantes. Até aqui está sendo um sucesso. O leilão será decorrência disso tudo”, afirma o galerista.

VARIEDADE

O acervo a ser leiloado é bastante diversificado. Entre as 63 obras, estão esculturas de grande formato, fotografias, gravuras, xilogravuras além de telas. Participam desta edição peças de Lorenzato, Fernando Lucchesi, J. B. Lazzarini, Carlos Bracher, José Alberto Nemer e Sara Ávila, entre outros. A obra mais antiga do acervo tem justamente a assinatura de Sara Ávila: um desenho em flottage em papel de 1968.

Há, também, trabalhos exclusivos, como o balão em relevo, feito em material reciclado por Deneir,  do Rio de Janeiro. “Gosto muito de Minas. Quando a Beatriz Lemos (Galeria Beatriz Lemos) me falou sobre o leilão, aceitei prontamente. É uma boa causa”, elogia Deneir, que há 10 anos cria balões feitos com recortes de latas de refrigerante e outros materiais semelhantes. “São recortadas à mão e vou prendendo com alfinete”, explica. A obra, que chegou sem nome, foi batizada de Balão solidário.

O artista plástico mineiro Diego Rodrigues escolheu uma das obras mais midiáticas de sua carreira para a doação. “É a obra mais famosa que tenho”, afirma. A escultura Gordinho pensador fez parte do cenário da área externa da casa do Big brother Brasil 15. É feita em resina, com pó de bronze e remete a trabalhos como o do francês Auguste Rodin  e do colombiano Fernando Botero.

Pioneirismo

A Jornada Solidária Estado de Minas é o primeiro programa de responsabilidade social criado no país por uma empresa privada. Desde o seu início, já atendeu a mais de 10 mil instituições, beneficiando mais de 2,5 milhões de crianças. O programa nasceu como uma campanha para oferecer um Natal digno para crianças de orfanatos em Belo Horizonte. Atualmente, a Jornada atende a instituições que trabalham com crianças de até 6 anos, com foco em reformas patrimoniais, fornecimento de mobiliário e equipamentos eletroeletrônicos e pedagógicos, além de atendimento psicológico para dar mais qualidade de vida e melhores condições de ensino e aprendizado.

Vernissage Jornada Solidária Estado de Minas


O coquetel de abertura será amanhã, das 19h30 às 22h. Aberta ao público de sexta-feira a 8 de novembro. O leilão será em 10 de novembro, às 19h30. no Museu Inimá de Paula (Rua da Bahia, 1.201, Centro). Informações: (31) 3213-4320.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE E-MAIS