Espetáculo 'Ignorância' traz um retrato da sociedade contemporânea

Peça do Grupo Quatroloscinco - Teatro do Comum fica em cartaz na Funarte até o dia 31 de outubro

por Carolina Braga 23/10/2015 08:00

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Felipe Messias/Divulgação
Italo Laureano e Rejane Faria contracenam com cadeiras (foto: Felipe Messias/Divulgação)
Com oito anos de trajetória e quatro espetáculos no repertório, o grupo Quatroloscinco – Teatro do Comum reafirma, a todo momento, seu interesse pela pesquisa. A companhia de Assis Benevenuto, Marcos Coletta, Rejane Faria, Ítalo Laureano e Maria Mourão não abre mão de autoralidade e independência. Ignorância, o novo espetáculo do grupo, mantém essas características, mas com uma diferença. Antes, todos subiam ao palco. Desta vez, Coletta e Benevenuto assumem dramaturgia e direção, enquanto Rejane e Ítalo estarão em cena. Maria continua responsável pela produção.

Diferentemente de Humor (2014) e O outro lado (2012), cuja elaboração demandou mais de um ano, o processo de Ignorância foi bem mais rápido: cinco meses de trabalho intenso. “A cada nova peça, avança um pouco mais o nosso olhar artístico e político”, afirma Coletta. Em Ignorância, o grupo explora o sentido dessa palavra e o fato de ela expressar algo corriqueiro na sociedade contemporânea. “Tem muito a ver com essa onda de intolerância que a gente tem vivido, de cegueira absoluta”, diz o diretor.

Rejane e Ítalo estão cercados por 30 cadeiras de madeira. Marcos Coletta explica que o objeto é metáfora da evolução humana. “Paramos de nos sentar no chão e nos achamos mais civilizados por usar cadeiras. Mas ainda mantemos os mesmos instintos primitivos de violência e vingança. A peça mostra o quanto evoluímos em certas coisas e o quanto ainda não tiramos o pé do primitivo”, conclui.

IGNORÂNCIA
Com Quatroloscinco – Teatro do Comum. De quarta a sexta-feira, às 21h; sábado, às 21h. Até dia 31. Funarte MG. Rua Januária, 68, Floresta, (31) 3213-3084. Ingressos: R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia).

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE E-MAIS