Primeira Mostra Nacional de GIFs celebra produção autoral das imagens de internet

Animações curtas, sem som, são exploradas em evento paralelo ao Festival Sem Paredes, de Juiz de Fora

por Walter Sebastião 22/10/2015 18:39

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.

Vão até a próxima terça-feira, 27, as inscrições para a Mostra Nacional de Gifs que acontece em Juiz de Fora, no dia 14 de novembro, como parte do Festival Sem Paredes. Trata-se de evento não competitivo, com tema livre, que vai exibir os trabalhos selecionados e também projetá-los em paredes dos prédios da cidade. Inscrições podem ser feitas enviando a imagem .GIF, portifólio digital, com nome completo, título da obra, profissão, telefone, cidade e estado de origem para o e-mail mostragif@gmail.com.

Mostra Nacional de GIF/Divulgação
(foto: Mostra Nacional de GIF/Divulgação)
A mostra é o primeiro evento brasileiro dedicada ao GIF, pequenas animações muito populares na internet. A ideia do festival, como explica o animador Pedro Henrique, nasceu da vontade de contribuir para a difusão da prática, e da curiosidade em saber quem são os autores que, em escala planetária, se dedicam ao gênero.

 

Mostra Nacional de GIF/Divulgação
(foto: Mostra Nacional de GIF/Divulgação)
“O GIF retoma o encanto de brinquedos óticos do século XIX, que produziam pequeno espetáculo visual, sem compromisso em ser cinema ou arte”, observa o curador, explicando que a história do fenômeno é tão inicial que ainda não permite amplas definições. O GIF, para Pedro Henrique, por ser animação sem som, põe à prova o termo audiovisual.

 

Para evocar atmosfera típica do cinema mudo, nos primórdios do cinema, quando os filmes eram exibidos com música ao vivo, os trabalhos selecionados serão apresentados, em 14 de novembro, em uma tenda montada em praça pública, instalada ao lado de outra onde acontecem os shows do Sem Paredes.

 

O curador acrescenta que outro objetivo da mostra é criar grande porrifólio sobre a produção nacional, contribuindo para que existam mais pesquisas e estudos sobre o GIF. Outras informações estão disponíveis no site oficial da mostra.



VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE E-MAIS