Carta de Mozart é vendida por US$ 217 mil em leilão nos EUA

Documento dedicado a amigo austríaco do compositor é datado de 1786

por Afonso Bezerra 15/10/2015 18:17

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
AFP PHOTO DDP/ OLIVER LANG
(foto: AFP PHOTO DDP/ OLIVER LANG)
Uma carta escrita por Mozart para um amigo austríaco, um renomado botânico de sua época, foi vendida nos Estados Unidos por 217 mil dólares, informou nesta quinta-feira uma casa de leilões sediada em Boston. Nesta carta de uma página, escrita em alemão, sem data, mas que poderia ter sido escrita em julho ou agosto de 1786, Wolfgang Amadeus Mozart (1756-1791) pede ao amigo, Nikolaus Joseph von Jacquin, que lhe envie três partituras por correio. "Rogo que me envie o quarteto em Sol menor, a sonata em Mi bemol e o novo trio em Sol", escreve Mozart. O músico se referia ao seu "Quarteto para piano n°1 em Sol menor", composto em 1785; à sua "Sonata para piano e violino em Mi bemol maior", composta no mesmo ano; e ao "Trio para piano, violino e violoncelo em contrabaixo em Sol maior", concluído em 8 de julho de 1786, o qual, segundo a casa de leilões RR Auction, permite inferir que a carta foi escrita pouco depois. O comprador é um colecionador da costa leste dos Estados Unidos, acrescentou a casa leiloeira sem dar maiores detalhes. Segundo a RR Auction, as cartas de Mozart são muito solicitadas por colecionadores. Nascido em 1756 em Salzburgo, Mozart, menino prodígio falecido aos 35 anos, é considerado um dos maiores compositores da história. Suas óperas, sinfonias, concertos e composições de música de câmara influenciaram enormemente a música clássica.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE E-MAIS