Quadrinista mineiro Guilherme Balbi lança 'JackPot', seu primeiro livro

Lançamento será neste sábado, com evento na Casa dos Quadrinhos

por Fernanda Machado 02/10/2015 13:21

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Guilherme Balbi / Divulgação
(foto: Guilherme Balbi / Divulgação)
Um mundo parecido com o nosso, mas onde qualquer tipo de coisa absurda pode acontecer. Quer um exemplo? Um estacionamento lotado de carros que pensam, e assistem a um reality show enquanto seus donos passeiam ou trabalham. Ou um relógio que se estressa com o dono e diz que não vai ficar mais em seu pulso, porque ele está há quatro dias sem tomar banho. Parece nonsense, mas esse é o universo de JackPot, quadrinho idealizado pelo artista Guilherme Balbi, com lançamento marcado para este sábado, às 14h30, na Casa dos Quadrinhos.

"É uma maluquice total. Eu tive essas ideias naqueles momentos de ócio, quando a gente acaba de acordar. É universo muito doido, mas tem essa relação com o nosso mundo. Existe polícia, sociedade, leis, gravidade. A diferença é que qualquer objeto pode ter vida no mundo de JackPot", explica.

Guilherme nasceu em Ubá, interior de Minas. Formado em Artes Visuais na UEMG, começou sua carreira em 2007 e, pouco tempo depois, já ingressou no mercado norte-americano, desenhando para editoras como a IDW, Dark Horse e DC Comics. "Comecei a trabalhar com essas editoras para me manter financeiramente, mas sempre quis criar. Hoje meu plano é trabalhar um ano para editoras, e um ano em projetos pessoais", conta Balbi.

Facebook / Reprodução
À esquerda o quadrinista Guilherme Balbi, com o colorista Henrique Guimarães (foto: Facebook / Reprodução)
Idealizado enquanto Guilherme ainda estava na graduação, o JackPot Universe só conseguiu sair da cabeça do quadrinista e ganhar as prensas a partir de 2014, quando ele decidiu tirar um tempo para se dedicar ao livro. Ele conta que muitas tirinhas já estavam desenhadas mas, por conta da evolução do seu traço, tiveram que ser refeitas. "Tive o cuidado de chamar uma equipe para me ajudar. Fiz alguns textos, desenhei, mas tive ajuda de roteiristas e de um colorista", afirma. Os parceiros são Fabio Catena e Rafael Rodrigues no roteiro, e Henrique Guimarães na colorização.

Balbi ainda explica que a primeira edição de JackPot será uma espécie de apresentação. Terá tirinhas que não precisam necessariamente ser lidas na ordem, mas que desvendam um pouco desse universo que ele criou. "O plano é lançar mais três livros com tirinhas e depois uma Grafic Novel, com uma história maior. Já tenho até os títulos", revelou.

O lançamento de JackPot se tornou realidade com a ajuda de fãs de quadrinhos que apoiaram o projeto do livro no site Catarse. O financiamento coletivo arrecadou mais de R$25 mil, oferecendo como recompensa não só a publicação, mas produtos exclusivos como bottons, camisetas e sketches. As cotas variavam entre R$10 e R$ 350. "Escolhi o financiamento justamente por conta do sucesso que essa iniciativa tem no mundo dos quadrinhos. Além de ser uma via de mão dupla. Ao mesmo tempo que você arrecada a grana para fazer o projeto, ainda ganha fãs, por conta da divulgação. Sem contar a pré-venda. E o financiador também ganha. Quem apoiou levou o livro pra casa bem mais barato".

O livro JackPot será lançado neste sábado, na Casa dos Quadrinhos. Quem apoiou a campanha pode retirar seu exemplar no local, e ainda bater um papo com Guilherme. A publicação também será vendida no local, mas o quadrinista adianta que a edição é limitada. "Temos entre 100 e 150 livros, e vamos vender posters também. Queria chamar todo mundo para dar essa força para o quadrinho mineiro", convidou.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE E-MAIS