João das Neves picha parede em abertura de exposição em sua homenagem

Diretor escreveu 'Viva o MST' e criticou punição desproporcional aos pichadores de BH

por Shirley Pacelli 27/09/2015 16:58

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.

João das Neves/Acervo pessoal
(foto: João das Neves/Acervo pessoal )


João das Neves, uma das maiorias referências no teatro brasileiro, “causou” neste fim de semana. Durante a abertura de uma exposição/ocupação em sua homenagem, no Itaú Cultural, em São Paulo, ele se apropriou de uma latinha de spray e pichou nas paredes do local: ‘Viva o MST’.

“Antes fazer esse negócio aí, vocês precisam saber que estou fazendo uma homenagem aos pichadores de Belo Horizonte. O prefeito Marcio Lacerda está tentando criminalizar esses pichadores por formação de quadrilha, que é uma pena muito grave para um pecado muito pequeno”, avisou antes da intervenção.

Em Belo Horizonte, aumenta a repressão policial à pichação. Grupos de pichadores têm sido denunciados à Justiça por formação de quadrilha. A Câmara Municipal alterou a legislação, estabelecendo o uso de tinta especial em monumentos e viadutos para facilitar a remoção do spray.

UM MARGINAL BRASILEIRO

João das Neves, uma das maiores referências do teatro brasileiro, fez uma intervenção na abertura da exposição em sua homenagem chamando a atenção para a grave situação dos pixadores de BH. Um marginal brasileiro conhece bem as injustiças e abusos de poder. E VIVA O MST - Movimento dos Trabalhadores Sem Terra!

Posted by Bruno Figueiredo on Sábado, 26 de setembro de 2015


Resistência Radicado em Minas Gerais, o dramaturgo tem discurso político tão forte quanto sua produção artística. Luta de classes e injustiça social são temas recorrentes em suas peças. Em 1964 ele fundou o grupo Opinião, teatro de protesto que se firmou como foco de resistência cultural diante da ditadura.

Neste fim de semana, ele ganha homenagem em BH por seus 80 anos. O projeto Off Cena, no Sesc Palladium, apresenta hoje a montagem paulista ‘Os Azeredo mais os Benevides’. A exposição em São Paulo ‘João das Neves – A trajetória de um marginal brasileiro’ se estende até 8 de novembro, Informações aqui.

 

SERVIÇO

‘Os Azeredo mais os Benevides’
Neste domingo, 27, às 19h, em BH.
O Sesc Palladium fica na Rua Rio de Janeiro, 1.046, Centro. Ingressos para cada montagem custam R$ 30 (inteira) e R$ 15 (meia).

 

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE E-MAIS