Belo Horizonte ganha programação especial na semana de fotografia

Mostra de trabalhos de profissionais mineiros e eventos com participação do público movimentam a semana, a partir de quarta-feira

por Mariana Peixoto 17/08/2015 08:02

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Erro99/Divulgação
Na próxima sexta-feira, o coletivo Erro99 realiza nova edição do 'Show de Likes', que tem formato de duelo de fotógrafos com voto do público (foto: Erro99/Divulgação)
Uma imagem de Belo Horizonte vista do alto no ano de 1951 ilustra a capa do catálogo da 3ª Semana de Fotografia de BH, que tem início na próxima quarta-feira, no CentoeQuatro, celebrando o 19 de agosto, Dia Internacional da Fotografia. A imagem, amarelada, com as bordas um pouco rasgadas, recebeu um tratamento digital.

A intenção é mostrar tanto a impermanência quanto a fragilidade do suporte, conforme explica o fotógrafo, curador e professor Tibério França, organizador da Semana. “Depois que ficou digital, a fotografia prescinde do suporte.” Por isso mesmo, a programação do evento reúne diferentes suportes. Além de uma coletiva com trabalhos de vários fotógrafos mineiros, há ainda instalação, projeção e encontros que pedem a participação do público.

“A Semana da Fotografia surgiu como uma articulação entre os fotógrafos daqui que começaram a analisar outros festivais Brasil afora. Poucos deles são regionais”, diz França. Com uma proposta de mapear a produção contemporânea no estado, a Semana de Fotografia só seleciona trabalhos de mineiros ou residentes em Minas Gerais.

“Nas outras edições, tentamos perceber qual é a tendência em relação à produção fotográfica. Se é foto documental, se caminha para a experimentação. Encontramos um pouco de tudo, inclusive trabalhos que flertam com a publicidade, o que mostra as múltiplas possibilidades da fotografia enquanto expressão”, acrescenta França.

Para além dos eventos, haverá ainda iniciativas que se aproximam da performance. Realizado pelo coletivo Erro99, que congrega fotógrafos e artistas visuais da cidade, o ‘Show de Likes’ é um duelo de fotógrafos. Cada interessado pode se inscrever com até 10 imagens que serão julgadas pelo público.

Outra iniciativa mais radical é o chamado Queimão Fotográfico. Na Praça Sete, serão leiloadas imagens (qualquer pessoa pode participar). Aquelas que não receberem lances serão queimadas. Por fim, também buscando a interação com o público, haverá o chamado FotoaPé, um passeio pela cidade para exercitar o olhar para a fotografia de rua. Para participar, basta levar uma câmera ou um celular.

Mobilidade

Paralelamente à SFBH, o Centro de Referência da Moda (Rua da Bahia, 1.149, Centro), abriu no sábado a exposição SustentaB.I.lidade. A mostra reúne fotografias em preto e branco realizadas em vários lugares do mundo por Cláudio Rocha (também músico e produtor cultural, um dos proprietários do bar A Obra) sobre mobilidade urbana e transporte sustentável. Na abertura, às 18h, foi apresentada a palestra ‘‘Das letras à música, e então à fotografia: Diferentes modos de comunicação e expressão’’. Visitação até 25 de agosto.

SEMANA DE FOTOGRAFIA DE BH

De 19 de agosto a 10 de setembro no CentoeQuatro, Praça Rui Barbosa, 104, Centro, (31) 3222-6457. Exposição coletiva, instalação, mostra audiovisual e debate. Entrada franca. Na sexta (21/8), às 19h, Show de Likes e festa do Erro99 (R$ 20); no sábado (22/8), às 19h, Queimão Fotográfico na Praça Sete; no domingo (23/8), às 8h, no coreto da Praça da Liberdade, encontro para passeio fotográfico. Informações: www.semanadafotografiabh.com.br

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE E-MAIS