Brasileira Dorrit Harazim ganha o prêmio Gabriel García Márquez de jornalismo

Jornalista foi indicada pela integridade e independência na profissão

por Nahima Maciel 22/07/2015 19:01

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Fnpi/Divulgação
''Ter sido premiada por esses mestres de 10 países vai exigir que eu não mude o curso'', diz Dorrit (foto: Fnpi/Divulgação)

A jornalista brasileira Dorrit Harazim ganhou o prêmio Gabriel García Marquez de jornalismo. Esta é a terceira edição do prêmio, que é concedido pela Fundação para o Novo Periodismo Iberoamericano (Fnpi), criada pelo escritor Gabriel García Marquez. O prêmio será entregue em 30 de setembro em Medelín, na Colômbia.

 

"O primeiro impacto com a notícia foi arrancar-me da zona de conforto. Como se sabe, ganhar prêmios é a parte saborosa, o difícil é merecê-los. Ter sido premiada por esses mestres de 10 países vai exigir que eu não mude o curso. Vou tentar honrar a honraria", disse Dorrit, em uma declaração.

O anúncio publicado no site da fundação lembra que Dorrit cobriu a GUerra do Vietnã e do Camboja, a queda de Salvador Allende no Chile, os atentados de 11 de setembro em Nova York e as quatro eleições presidenciais nos Estados Unidos, além de oito olimpíadas.

 

"Estes são alguns dos fatos históricos, dos quais a jornalista brasileira Dorrit Harazim foi testemunha e relatora durante os seus 50 anos de carreira e pelos quais este ano vai receber o Reconhecimento a Excelência do Prêmio Gabriel García Márquez de Jornalismo', diz o comunicado. O prêmio é um reconhecimento pela "independência, integridade e compromisso com os ideais de serviço público do jornalismo".

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE E-MAIS