Após 20 anos fora, escultor Ascânio MMM volta a BH para inaugurar galeria

Série 'Flexos e Quasos' contempla esculturas de parede e de chão criadas pelo artista nos últimos dez anos, e ainda inéditas em Minas Gerais

por Estado de Minas 27/06/2015 13:01

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.

Júlio Stotz
(foto: Júlio Stotz)

Um dos mais respeitados escultores da atualidade, Ascânio Maria Martins Monteiro, o Ascânio MMM, é o convidado especial para inaugurar o espaço da AM Galeria de Arte, neste sábado, na Serra, em Belo Horizonte. Após 20 sem expor na capital mineira, o escultor lança "Flexos e Quasos", uma série recente em metal, que amplia a relação do espectador com a obra.

Segundo a diretora artística e curadora, Emmanuelle Grossi, a série escolhida contempla esculturas de parede e de chão criadas pelo artista nos últimos dez anos, e ainda inéditas em Minas Gerais. Serão apresentadas 12 obras, feitas em 2004, 2007, 2014 e 2015. Todas desenvolvidas em metal, sendo que algumas se movimentam ao toque do espectador e outras têm pontos sutis de cor.

Para contextualizar a obra e a trajetória do autor, a AM Galeria também vai expor obras das décadas de 60, 70, 80 e 90.

A nova galeria


Com 500 metros quadrados e um espaço gourmet completo, o novo endereço da AM Galeria pretende ampliar a interlocução artística entre Minas e Brasil, ao trazer importantes referências artísticas contemporâneas para a capital mineira. Depois de dez anos atuando também no bairro Jardins, em São Paulo, a galeria optou por encerrar sua filial paulista em 2013, mantendo um amplo acervo de arte em Belo Horizonte, com fotografia, pintura, desenho, escultura, aquarela, objetos, instalação, vídeo e performance. A ideia, desde então, é de aproximar ainda mais dos mineiros, sem deixar de lado as parcerias com renomadas galerias de São Paulo.

Segundo Emmanuelle Grossi, objetivo é mudar o modelo de galeria de arte em Belo Horizonte, “reforçando as parcerias com espaços independentes e abrigando novas experiências de jovens artistas contemporâneos”, afirma.

E há novidades a caminho. A começar por uma mostra de filmes, que já está sendo preparada para o público. A galeria também pretende resgatar artistas brasileiros e latino-americanos do passado. Atualmente, a AM trabalha tanto com nomes reconhecidos no exterior, como Ascânio MMM (Geração MAM-RJ, anos 70), a artista multimídia Regina Silveira (Geração 70 São Paulo) e Delson Uchôa (Geração 80) quanto com jovens artistas experimentais mineiros, como Sylvia Amélia (Geração 2000) e Bruno Cançado (Geração 2010).


Serviço


Exposição: Flexos e Quasos
Brunch de Abertura: 27 de junho, das 11h às 17h
Local: AM Galeria de Arte | Rua do Ouro, 136, Serra – Belo Horizonte/MG
Funcionamento: segunda a sexta, das 10h às 19h, e aos sábados, das 10h às 13h30
Encerramento: 25 de julho
Entrada gratuita

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE E-MAIS