Criadores mineiros ganham espaço no pátio do BDMG Cultural

Exposição que estreia neste sábado em BH trará trabalhos e ilustrações ao Bairro de Lourdes todo 3º sábado do mês

por Estado de Minas 20/06/2015 07:00

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.

Pablo Bernardo/divulgação
Coletivo feminino ZiNas vai montar sua banquinha no pátio do BDMG (foto: Pablo Bernardo/divulgação)

BH é celeiro de talentos das artes gráficas, mas autores e produtores, sobretudo da cena independente, enfrentam dificuldade para divulgar seu trabalho. Criadores mineiros se dedicam com afinco e capricho a revistas, zines, livros, pôsteres, gravuras e ilustrações, que agora ganham espaço na Feira Faísca, que será realizada no terceiro sábado de cada mês no pátio do BDMG Cultural, no Bairro de Lourdes.

Este sábado é dia de estreia do projeto. Os expositores são os próprios artistas, que ficarão no local e conversarão com os visitantes sobre o seu ofício. Entre os participantes da feira estão os selos A Zica, Polvilho Edições, Piseagrama, Comum e Nunc.

A proposta é oferecer um espaço fixo a artistas gráficos, estabelecendo elos entre criador e consumidor de forma a incentivar a continuidade de produções e ampliar a oferta de lançamentos. Vários grupos aderiram ao mutirão. O selo Passaporte, por exemplo, que reúne os quadrinistas Jão e Bruno Pirata, vai oferecer as revistas 'Páginas Marcadas' e 'Manchas, a antologia Cidade Terra' e pôsteres da série 'Panis et Circenses'.

A revista colaborativa 'A Zica', que circula desde 2010, traz ilustrações, quadrinhos e textos de artistas de vários países, mas tem seu foco nas produção de BH. Formado em desenho pela Escola de Belas-Artes da UFMG, Narowe se dedica às artes visuais e à ilustração. Ele ilustrou o livro infantil 'A cobra banguela' (Editora RHJ) e a revista espanhola 'Atlântica XXII'. Em sua banca, vai expor prints e serigrafias, entre outros trabalhos.

Formado por mulheres residentes em Belo Horizonte, o coletivo ZiNas dialoga com movimentos feministas e a cultura underground. O grupo produz zines, quadrinhos, cartazes, gravuras, ilustrações para canecas e ímãs de geladeira. ZiNas é formado por Aline Lemos, Ana Schirmer, Bianca, Carolita Cunha, Carol Rossetti, Day Lima e Priscapaes.

Plataforma editorial dedicada à investigação de espaços públicos – concretos e imaginários –, a revista 'PISEAGRAMA' tem tiragem de 3 mil exemplares. Além de editar a publicação, Fernanda Regaldo, Renata Marquez, Roberto Andrés, Wellington Cançado, Felipe Carnevalli e Vítor Lagoeiro desenvolvem projetos e discussões sobre transporte, ocupação do espaço urbano, meio ambiente e política.

Por sua vez, o selo Maritaca, criado em 2013, viabiliza produções independentes como quadrinhos, poesia, entrevistas, ilustrações, tiras e charges. O catálogo soma 12 títulos, entre eles o zine 'el TACO', revista independente idealizada por Daniel de Carvalho e Thiago de Oliveira.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE E-MAIS