Confira guia com melhores atrações gratuitas em BH na semana

Até a próxima quinta-feira a cidade conta com boas opções de teatro, cinema, música e literatura para quem quer se divertir muito sem gastar nada

por Carolina Braga 19/06/2015 08:48

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Leo Aversa/Divulgação
Igor Miranda em 'Cazuza pro dia nascer feliz', que tem sessão gratuita na Praça da Estação, no domingo (foto: Leo Aversa/Divulgação)
Se você é daqueles que saem falando por aí que não aproveita a cena cultural de Belo Horizonte porque tudo é caro, cuidado. Existem, sim, ingressos que podem pesar no orçamento, mas isso não é regra. Dá para fazer coisas bacanas investindo apenas energia.


Com a agenda da cidade cada vez mais variada, há opções de shows, peças, filmes e exposições gratuitos. E não são atrações medianas. São espetáculos bem avaliados pela crítica, como o badalado 'Cazuza pro dia nascer feliz – O musical', que terá sessão com entrada franca neste domingo, na Praça da Estação.

Belo Horizonte será a quinta cidade a receber o musical carioca nesse formato – gratuito e ao ar livre. “É uma resposta mais direta. As pessoas cantam junto. É bem diferente”, diz o ator Igor Miranda, intérprete do protagonista. Segundo ele, a versão ao ar livre sofreu algumas adaptações em relação ao original, apresentado no Palácio das Artes no ano passado. Para respeitar a classificação livre, algumas cenas foram cortadas e outras, alteradas. Não há mudança no repertório. Estão lá hits como 'Pro dia nascer feliz', 'Codinome Beija-Flor', 'Bete Balanço', 'Ideologia', O tempo não para, Exagerado, Preciso dizer que te amo e Faz parte do meu show. São as músicas que ajudam a contar a história de Cazuza (1958-1990).

“Apresentar ao ar livre tem sido uma experiência muito gratificante. Ver pessoas que nunca tiveram oportunidade de estar em um teatro. É muito bom saber que podemos levar cultura e arte para quem não tem muito acesso”, afirma o ator.

A seguir, um cardápio de ofertas culturais de hoje até a próxima quinta, para você se divertir de graça.

 

SEXTA

TEATRO

Marco Novack/Divulgação
(foto: Marco Novack/Divulgação)
O Palco Giratório é um dos eventos mais representativos na área de artes cênicas no Brasil. A promoção do Sesc peneira peças significativas de todas as regiões do país e promove sua circulação. Isso significa poder ver obras consistentes – já que o projeto tem criteriosa curadoria – a custo zero. A atração de hoje vem de Curitiba. O grupo Vigor Mortis apresenta no Teatro de Bolso Julio Mackenzie do Sesc Palladium (Rua Rio de Janeiro, 1.046, Centro, (31) 3270-8100), às 20h, 'Jukebox Vol. 1', uma montagem que congrega várias linguagens. No sábado, tem rodada dupla: às 16h, no Grande Teatro, o infantil 'Nina, o Monstro e o Coração Perdido', do grupo Clareira de Teatro (Porto Alegre), e, às 21h, no mesmo local, a Cia de Teatro Nu Escuro, de Goiânia, apresenta Plural. O destaque mineiro no Palco Giratório deste final de semana é a premiada montagem de bonecos 'O quadro de uma família', do grupo Pigmaleão Escultura que Mexe (19h de domingo, no Teatro de Bolso) que apresenta uma família de porcos com comportamento humano.

SÁBADO (20/06)

MÚSICA

A escola e o conservatório de Música da UFMG comemoram 90 anos, e a festa é grátis. Neste final de semana o compositor, trombonista e produtor Vittor Santos é o convidado da Geraes Big Band. São duas apresentações –sábado, no Memorial Minas Vale (Praça da Liberdade, (31) 3308-4000), às 16h, e domingo, no Auditório da Escola de Música da UFMG (Av. Pres. Antônio Carlos, 6.627, Pampulha, (31) 3409-4720), às 19h30)

CINEMA

Túlio Santos/EM/D.A Press
(foto: Túlio Santos/EM/D.A Press)
O cineasta Maurice Capovilla é o homenageado desta edição da Mostra do Filme Livre, em cartaz no Centro Cultural Banco do Brasil (Praça da Liberdade, 450, Funcionários, (31) 3431-9400). Às 17h deste sábado, ele estará em Belo Horizonte para bater um papo com o público mineiro. Será também o lançamento de seu novo longa, 'Nervos de aço'. Na segunda, também dentro da Mostra do Filme Livre, a faixa de programação Ser Ou Não Ser Trash? exibe filmes de realizadores brasileiros que se aventuraram nesse gênero.

DOMINGO (21/06)
Depois de percorrer o país em palcos tradicionais, o espetáculo 'Cazuza pro dia nascer feliz' vai para a rua e faz parada em Belo Horizonte. A sessão está marcada para este domingo, às 19h, na Praça da Estação. O musical tem texto de Aloísio de Abreu e repertório com todos os hits do cantor carioca.

MÚSICA
O violeiro Pereira da Viola se apresenta na Praça Floriano Peixoto (bairro Santa Efigênia), às 16h, dentro do projeto Tambor na Praça. O mineiro vai fazer aquilo que o tornou famoso – combinar o instrumento de corda com a percussão. Pereira é mestre nas batidas de contra-dança, batuques e voltados-inteiros.

SEGUNDA (22/06)

ARTES PLÁSTICAS

CCBB/Divulgação
(foto: CCBB/Divulgação)
Segunda será a última chance de conferir a exposição 'Kandinsky: tudo começa num ponto', com obras que vieram do Museu Estatal Russo de São Petersburgo e também de coleções da Alemanha, Áustria, Inglaterra e França.  Estão reunidas no Centro Cultural de Belo Horizonte (Praça da Liberdade, 450, Funcionários) cerca de 150 obras e objetos do artista russo e de seus contemporâneos. Cerca de 800 mil pessoas já viram a mostra, em suas passagens por
Brasília, Rio de Janeiro e Minas Gerais

CINEMA
O Cine Humberto Mauro (Avenida Afonso Pena, 1.437, Centro, (31) 3236-7400) apresenta a mostra Screwball Comedy: as comédias malucas. Na programação de segunda são três sessões. Às 17h, 'Cupido é moleque teimoso', de Leo McCarey
('The Awful Truth', EUA, 1937), seguida de 'A ceia dos acusados', de W.S. Van Dyke ('The Thin Man', EUA, 1934), às 19h, e, 'Boêmio encantador', de George Cukor ('Holiday', EUA, 1938), às 21h..

TERÇA (23/06)

MÚSICA

J. L. WAXEMBERG/DIVULGAÇÃO
(foto: J. L. WAXEMBERG/DIVULGAÇÃO)
O repertório de Villa-Lobos é o destaque do concerto que o violonista Daniel Wolff e a pianista Olinda Allessandrini apresentam na Fundação de Educação Artística  (Rua Gonçalves Dias, 320, Funcionários, (31) 3226-6866). O programa do recital marcado para as 20h na Sala Sérgio Magnani terá Cinco Prelúdios (versões para violão e piano), 'Impressões Seresteiras' e 'Choros nº 5' (arranjos inéditos para duo de violão e piano). A expectativa maior é para ouvir 'Valsa-Choro' e 'Valsa-Concerto nº 2' para violão, obras recentemente descobertas.

QUARTA (24/06)

CINE-CONCERTO

>> Programação paralela da CineOP – Mostra de Cinema de Ouro Preto, Soma de todos os tempos é um cine-concerto com a exibição de três curtas-metragens clássicos da França: 'La Petite Marchand d’Allumettes' (1928) e 'Sun air de Charleston' (1926), de Jean Renoir, e 'Entr’acte' (1924), de René Clair. A música será executada ao vivo no evento marcado para as 20h no Oi Futuro Klauss Vianna (Avenida Afonso Pena, 4001, (31) 3229-2979).

CL/DIVULGAÇÃO
(foto: CL/DIVULGAÇÃO)
>> Música erudita é destaque no Centro Cultural Banco do Brasil (Praça da Liberdade, 450, Funcionários, (31) 3431-9400) nesta quarta, às 20h. O maestro Linus Lerner, titular da Orquestra Sinfônica do Rio Grande do Norte e da Southern Arizona Symphony Orchestra, traz a Belo Horizonte a Orquestra de Câmara OPUS. A convidada especial será a violista tcheca Jitka Hosprová. No repertório, obras tradicionais do repertório orquestral que serão apresentadas ao lado de obras brasileiras.

QUINTA (25/06)

LITERATURA

Começa a Feira Literária Internacional de Belo Horizonte. Serão 100 escritores convidados e mais de 200 atividades até o domingo (29). O destaque da abertura é a conferência Imagina O Mundo, Imagina A Cidade, com a participação de Milton Hatoum, autor de livros como 'Relato de um certo oriente', 'Dois irmãos', 'Cinzas do norte', 'Órfãos do Eldorado' e 'Um solitário à espreita'. Os quadrinistas Fábio Moon e Gabriel Bá foram convidados para fazer interferências. O FLI-BH concentra as atividades no Teatro Francisco Nunes (Parque Municipal René Giannetti, S/N, Centro). O agito começa às 8h.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE E-MAIS