Tela de Van Gogh vendida por US$ 66 milhões

O valor é o mais alto pago desde 1998 por uma tela do gênio holandês

por AFP - Agence France-Presse 06/05/2015 12:04

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
AFP JUSTIN TALLIS
Funcionários da Sotheby's posicionam a tela de Vincent Van Gogh 'L'Allée des Aliscamps' (foto: AFP JUSTIN TALLIS )
Nova York (AFP)
- A obra 'L'Allée des Alyscamps' de Vincent Van Gogh foi vendida nesta terça-feira por mais de 66 milhões de dólares, o preço mais alto pago desde 1998 por uma tela do gênio holandês, no início dos leilões de arte de Nova York, informou a Sotheby's.

Outro destaque foi 'Nymphéas' do francês Claude Monet, vendida por 54 milhões de dólares, após ter sido avaliada pela Sotheby's entre 30 e 45 milhões, afirmou a tradicional casa de leilões.

Segundo a Sotheby's, 'L'Allée des Alyscamps',estimada em torno de 40 milhões de dólares pela Sotheby's, foi adquirida por 66,33 milhões por um colecionador asiático após uma intensa disputa entre cinco potenciais compradores.

O recorde para um Van Gogh é de 'Portrait of Dr. Gachet', de 1890, vendido em 1990 por 82,5 milhões de dólares, em Nova York.

Dos seis Monet oferecidos no leilão, 'Le Palais Ducale', 1908, pintado em Veneza, foi adquirido por 23,1 milhões de dólares (avaliado previamente entre 15 a 20 milhões). 'Bassin aux Nymphéas, Les Rosiers' foi vendido por 20,41 milhões de dólares, dentro do previsto. Para duas pinturas de Monet não houve comprador.

As vendas de telas impressionistas e de arte moderna da Sotheby's nesta noite marcam o início dos leilões de primavera na cidade, marcados pela expectativa de vendas por valores estratosféricos.

A icônica tela 'Les femmes d'Alger', de Picasso, e a escultura 'L'homme au doigt', de Giacometti, podem bater recordes mundiais na semana que vem, no leilão da Christie's. Os preços são estimados em 140 e 130 milhões de dólares, respectivamente.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE E-MAIS