TJMG confirma: Teatro Klauss Vianna fechará as portas em junho

Mudança do tribunal para antigo prédio da Oi leva a encerramento das atividades em uma das salas de espetáculos mais elogiadas pela classe artística de BH

por Bossuet Alvim 14/04/2015 20:23

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.

Marcos Vieira/EM/D.A Press
(foto: Marcos Vieira/EM/D.A Press)
Após meses de suspense, o fim do Teatro Klauss Vianna em sua sede inaugural foi decretado nesta terça-feira, 14, em nota divulgada pelo Tribunal de Justiça de Minas Gerais. O último sinal tocará em 30 de junho, quando o espaço fecha as portas em definitivo. A partir do segundo semestre, o prédio localizado à Avenida Afonso Pena se transforma na nova sede do TJMG. "Eu gostaria de anunciar a manutenção do teatro, mas todas as alternativas se mostraram inviáveis", declara o presidente do tribunal, desembargador Pedro Bitencourt Marcondes, em texto encaminhado à imprensa.

 

Leia mais sobre a história do Teatro Klauss Vianna e sua reocupação

 

A manutenção do Klauss Vianna em seu espaço original, anteriormente anexado à sede da empresa telefônica Oi, era uma possibilidade avaliada pelo TJ desde outubro do ano passado. Requisitos de segurança foram analisados em parceria com autoridades, ao mesmo tempo em que a relevância do local era tema de diálogos entre o órgão público e a classe artística.

 

De acordo com a assessoria de imprensa do TJMG, para que o teatro mantivesse as portas abertas após a mudança do tribunal seria necessário reservar um espaço ainda maior do que o auditório, a ser aproveitado como rota de fuga e outras medidas de segurança. "Essa solução se mostra inviável para o TJMG, uma vez que demandaria a cessão de espaço destinado à instalação dos plenários para julgamento das câmaras", detalha a nota.

 

O possível conflito entre atividades artísticas e o horário de funcionamento dotribunal também pesou na decisão. "Seria inviável realizar no mesmo local as duas atividades, sessões de julgamento e apresentações artísticas, pois existe todo um trabalho de preparação e bastidores, tanto de uma atividade como da outra, que ocorrem em momentos anteriores à própria sessão ou apresentação", aponta o texto.



VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE E-MAIS