Ilustrador brasileiro pede mudança na capa de Batgirl: 'Não fazia sentido'

'A capa não passava a mensagem correta', diz Rafael Albuquerque após polêmica nas redes sociais a respeito da arte que criou para ilustrar quadrinho da DC Comics. A campanha #ChangeTheCover virou assunto mundial

19/03/2015 11:01

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Divulgação/DC Comics
Capa da 41ª edição da história em quadrinhos 'Batgirl', homenagem a 'Batman: A Piada Mortal' (foto: Divulgação/DC Comics)
A editora de histórias em quadrinhos norte-americana DC Comics cancelou a publicação de uma das capas da 41ª edição da revista Batgirl por conter uma imagem que faria menção a violência contra a mulher. O ilustrador brasileiro Rafael Albuquerque, responsável pela arte, fez o pedido para que retirassem a capa após a repercussão nas redes sociais. Cerca de 22 mil tweets com a hashtag #ChangeTheCover (mude a capa) surgiram desde a sua divulgação na sexta-feira (13/3).

Em entrevista, o ilustrador esclareceu que os comentários negativos não foram os responsáveis pelo pedido de mudança. Ao menos, ele espera que as pessoas não interpretem desta maneira. "As reclamações apenas me fizeram perceber que a capa não fazia sentido para a proposta do quadrinho, que prega a mensagem de poder feminino e é voltada para o público adolescente." Para ele, o mercado de quadrinhos tem percorrido um caminho de inclusão de minorias, um avanço que ele considera importante e necessário.
 
A capa feita para a revista teria sido uma homenagem do artista à história em quadrinhos clássica do Batman de 25 anos atrás, A piada mortal, na qual o personagem Coringa violenta a Batgirl. "Para mim era apenas uma capa assustadora que trouxe algo do passado da personagem", disse Albuquerque em nota publicada nesta terça-feira (17/3).

A palavra Batgirl já foi citada mais de 10 mil vezes nas últimas 24 horas no Twitter, e foi parar nos trending topics mundiais. Alguns defendem que a retirada da imagem foi um ato de censura. Para estas pessoas, Albuquerque responde que não encara o assunto da mesma forma. "Todo mundo têm direito de dizer quando não gosta de algo, isto é liberdade de expressão. Eu usei a minha para não transmitir uma imagem errada e pedi para que retirassem." 

Em nota, a DC Comics declarou que a empresa decidiu não publicar a capa por respeito ao pedido do artista. "Independentemente de os fãs terem achado que era incompativel falar sobre temas como violência e assédio na fase atual da Batgirl, entendemos que foi uma homenagem de Rafael Albuquerque ao Alan Moore pelo quadrinho A piada mortal, uma obra de 25 anos atrás."

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE E-MAIS