Mostra 'DiversaS' ocupa 16 espaços de BH com projetos feitos apenas por mulheres

Atrações começam nesta sexta-feira e terminam no domingo. Dia da Mulher ainda é lembrado com shows no Lord Pub, Feira da Terra e Autêntica

por Ângela Faria 06/03/2015 11:02

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Alê Franco/divulgação
Cida Barcelos apresenta a performance 'O santo e a dama Geni', no Sarau das Cachorras, dentro da programação da 'DiversaS: 1ª mostra feminista de arte e resistência' (foto: Alê Franco/divulgação)
Vários eventos culturais vão comemorar o Dia Internacional da Mulher em BH. A data cai no domingo, mas a agenda começa nesta sexta-feira. Literatura, música, dança e performance foram programados pelo Sarau das Cachorras, marcado para as 19h30, no Bar Armazém 8 (Rua Francisco Soucasseaux, 8, Lagoinha). Parceiro do Sarau Vira Lata, que tem invadido as ruas e praças da capital com sua poesia, o coletivo nasceu em maio de 2014, durante o Encontro Latino-Americano de Mulheres, promovido pela Casa Fora do Eixo.

PROGRAMAÇÃO COMPLETA: Confira todas as atrações do 'DiversaS: 1ª mostra feminista de arte e resistência'

A atriz Cida Barcelos conta que a prioridade do Sarau das Cachorras é abordar questões relativas à mulher, mas não se limita a elas. “Buscamos também o feminino que está no universo, independentemente de sexo”, afirma, lembrando que a colaboração dos homens é bem-vinda. Hoje à noite, o evento será aberto com a performance 'O santo e a dama Geni', inspirada em 'Geni e o zepelin', canção de Chico Buarque de Holanda, a cargo da própria Cida. Em seguida, o Laboratório Madalena Teatro das Oprimidas apresenta 'Fui santa, fui bruxa, fui puta'. Depois, quem quiser pode subir ao palco.

Essa edição do Sarau das Cachorras faz parte da programação do 'DiversaS: 1ª mostra feminista de arte e resistência'. As coordenadoras desse coletivo programaram várias atividades em BH, como Rima na rua (Nesta sexta-feira, às 19h, no Shopping UAI, no Centro); a festa Desgeneralizando (sexta-feira, às 23h, no Bar A Gruta, no Horto); ações em ocupações urbanas de BH (Sábado, das 14h às 18h); e o projeto 'DiversaS ocupa', no Viaduto de Santa Tereza e no Baixo Centro Cultural (Rua Aarão Reis), que será realizado no domingo. Músicos, performers, atores e artistas plásticos vão participar.

MÚSICA

O circuito de shows também lembrará o Dia Internacional das Mulheres. Neste sábado, às 23h30, no Lord Pub (Rua Viçosa, 263, São Pedro), subirão ao palco as bandas Lili e Lithium, lideradas, respectivamente, pelas cantoras Wlly e Renata Pires. O repertório homenageará Joan Jett, Janis Joplin, Aretha Franklin e Alanis Morissette. Também amanhã, o samba pede passagem com oito artistas negras: Fabíola de Paula (percussão), Gabrielle Costa (sax), Iara Luiza (flauta transversal), Janaína Assis (voz e violão), Michelle Oliveira (voz e violão), Mônica Santos (percussão), Pithy Max (voz e percussão) e Thaynara Christina (percussão). Das 11h às 14h, o octeto se apresenta na Feira da Terra (Praça Bernardino de Lima, Centro de Nova Lima).

Outra atração de amanhã: na casa de shows Autêntica (Rua Alagoas, 1.172, Savassi), sete cantoras vão se apresentar, às 21h: Nathy Faria, Deh Mussulini, Carol Serdeira, Julia Branco, Camila de Ávila, Malvina e Bárbara Sweet. Domingo, a partir das 22h, a DJ paulistana Pathy de Jesus vai comandar as picapes no clube dDuck (Rua Pernambuco, 1.316, Savassi).

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE E-MAIS