Antônio Carlos Secchin homenageia Drummond em sarau

O escritor vai abordar seis aspectos da vida do mineiro: infância, poesia, família, solidão, amor e morte

por Diário de Pernambuco 25/02/2015 09:58

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Acervo pessoal
Antônio Carlos Secchin participa de recital em BH (foto: Acervo pessoal)
O crítico e poeta Antônio Carlos Secchin participa nesta quarta-feira de sarau, na Academia Mineira de Letras, em homenagem a Carlos Drummond de Andrade. O escritor vai abordar seis aspectos da vida do mineiro: infância, poesia, família, solidão, amor e morte, além do relacionamento com a sociedade. Além disso, ele promete revelar textos pouco conhecidos de Drummond.

Em 2005, Secchin encontrou um tesouro: o original desaparecido de 25 poemas da triste alegria, obra não publicada. Depois de negociar com o guardião dos documentos datilografados, cujo nome é mantido em sigilo até hoje , o crítico foi autorizado pela família do poeta a trazê-los a público. Os poemas são da década de 1920, quando Drummond morava em BH. Coube à sua namorada e futura esposa, Dolores Morais, datilografar os manuscritos.

Integrante da Academia Brasileira de Letras, Antônio Carlos Secchin é aclamado autor de ensaios e poemas. Ele editou antologias de Carlos Drummond de Andrade, João Cabral de Melo Neto, Cecília Meireles, Manuel Bandeira, Ferreira Gullar e Machado de Assis, entre outros.

O AUTOR NA ACADEMIA

Com Antônio Carlos Secchin. Hoje, às 19h. Academia Mineira de Letras, Rua da Bahia, 1.466, Lourdes. Entrada franca.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE E-MAIS