Phil Stern dedicou quase 80 anos à fotografia

Desde os primeiros contatos, na infância, até o trabalho com astros e estrelas de Hollywood, Stern se tornou um mestre das lentes

por e Estado de Minas 16/12/2014 09:43

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Phil Stern/acervo
Foto clássica do ator James Dean feita por Phil Stern (foto: Phil Stern/acervo)
O fotógrafo americano Phil Stern, que retratou estrelas de Hollywood como Marilyn Monroe, James Dean e Marlon Brando, morreu no fim de semana, nos Estados Unidos. Ele tinha 95 anos e sofria de enfisema e problemas cardíacos.

Nascido na Filadélfia em 3 de setembro de 1919, Stern, que publicou nas revistas Life, Vanity Fair e Look, começou como aprendiz em um estúdio de fotografia de Nova York. A paixão pelas lentes surgiu aos 12 anos, quando ganhou da mãe uma câmera que a Kodak presenteava como brinde.

Na Segunda Guerra Mundial, Stern se aperfeiçoou como cinegrafista combatente no Norte da África e na Itália, o que lhe valeu a Medalha Coração Púrpura, condecoração dada a membros das Forças Armadas dos Estados Unidos em reconhecimento a serviços prestados durante a guerra.

Depois do conflito, Stern participou como fotógrafo de filmes de Hollywood, o que facilitou seu acesso às estrelas do cinema, que imortalizou em cenas cotidianas. Marilyn Monroe, James Dean, John Wayne, Marlon Brando, Frank Sinatra, Lauren Bacall e Humphrey Bogart foram alguns dos célebres protagonistas de suas imagens.

Apesar da proximidade com a elite de Hollywood, ele não se tornou “amiguinho” das estrelas. “Era como o encanador que vem regular o banheiro. Depois do serviço, você já não os vê mais. Não me importava conhecê-los. Com frequência, muitos eram realmente babacas”, comentou ele em entrevista à Life.

Stern fotografou também a posse do presidente John F. Kennedy. Durante décadas, registrou sessões de gravação de grandes nomes do jazz, como Louis Armstrong e Ella Fitzgerald.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE E-MAIS