Cia gaúcha apresenta 'O amargo santo da purificação' no Parque Municipal

Tribo de Atuadores Ói Nóis Aqui Traveiz ainda apresenta o espetáculo 'Onde?', nesta quarta, na Praça Rio Branco (Praça da Rodoviária)

por Carolina Braga 09/12/2014 08:00

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Leandro Anton/Divulgação
O amargo santo da purificação é inspirado na atuação política e na poesia de Marighella (foto: Leandro Anton/Divulgação)
O interesse que os mineiros do Grupo do Beco têm em sua comunidade e a capacidade de irradiar cultura. São esses alguns dos motivos que estreitaram a amizade com os gaúchos da Tribo de Atuadores Ói Nóis Aqui Traveiz e que motivaram a temporada marcada para começar nesta terça-feira, em Belo Horizonte. Às 15h, com entrada franca, o grupo apresenta 'O amargo santo da purificação' no Parque Municipal, no Centro de BH.


O espetáculo abre a mostra Conexões para uma arte pública. Trata-se de itinerância da companhia de Porto Alegre por cidades como Rio de Janeiro, Belo Horizonte e São Paulo, com respectivos encontros com colegas que mantêm espaços artísticos nas cidades. O objetivo é abrir o diálogo e trocar experiências. Com 36 anos de tradição no teatro de rua, o Ói Nóis Aqui Traveiz é um dos veteranos do Brasil na área.

O amargo santo da purificação é o espetáculo de repertório da trupe que mais circulou pelo Brasil. A peça conta a história de Carlos Marighella, político, guerrilheiro e poeta brasileiro perseguido pela ditadura militar. “É uma visão alegórica do revolucionário”, sintetiza Paulo, um dos fundadores do grupo e precursor do teatro de rua no Sul do país. Vinte e cinco atores estão em cena. A narrativa se desenrola a partir de poemas musicados de Marighella.

Além da peça, a mostra prevê performances, workshops e exibição de filmes. Hoje, haverá também a apresentação da montagem mais recente do Grupo do Beco, 'Quando eu vim para um Belo Horizonte'. A sessão será na Casa do Beco, na Barragem Santa Lúcia.

CONEXÕES

>> Nesta terça-feira –15h, 'O amargo santo da purificação', no Parque Municipal, Avenida Afonso Pena s/nº; 20h, Quando eu vim para um Belo Horizonte, na Casa do Beco, Av. Artur Bernardes, 3.876, Barragem Santa Lúcia
>> Nesta quarta-feira – 15h, performance de rua 'Onde?' Ação nº 2, na Praça Rio Branco (Praça da Rodoviária); 20h, Evocando os mortos – Poéticas da experiência, com a atriz Tânia Farias, sede do Grupo Galpão, Rua Pitangui, 3.413, Bairro Horto.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE E-MAIS