Conheça o Rypley's Aquarium of Canada, que já recebeu 2 milhões de visitantes

Atração completou um ano em outubro. Entre os milhares de animais marinhos, estão as piranhas do Pantanal brasileiro

por e Carolina Braga 02/12/2014 08:28

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Carolina Braga/EM/D.A Press
Dentro dos imensos túneis de vidro entre os tanques, o visitante parece trocar de lugar com os animais (foto: Carolina Braga/EM/D.A Press)
Não precisa necessariamente ser menor de 12 anos. Basta entrar no Ripley’s Aquarium of Canada que a impressão que se tem é que todos lá dentro somos crianças, no melhor sentido dessa palavra. A atração, inaugurada em outubro do ano passado, alcançou a marca de 2 milhões de visitantes neste primeiro ano de funcionamento. Um aviso: é bem fácil acabar com a bateria da câmera diante de tantas imagens impressionantes.

Assim como outros aquários suntuosos espalhados pelo mundo, a ideia do Ripley’s é fazer com que o visitante, de certa forma, troque de lugar com os animais. Ao caminhar por imensos túneis de vidro entre os 17 tanques do local, temos a impressão de que somos nós que estamos ali, sendo observados, e não o contrário. Entre os 16 mil animais marinhos, há representantes de todos os continentes, inclusive as piranhas do Pantanal brasileiro. Dangerous Lagoon (Lagoa perigosa) é o maior tanque do local. São 2,9 milhões de litros de água em uma área de 96 metros lineares. Ali bem perto, está a “casa” dos tubarões. O público atravessa um túnel construído dentro do aquário. Para quem quiser ficar parado e só olhar para cima, basta pegar uma esteira rolante que se move pelo espaço. A imagem é incrível. Entre tantos peixes grandes e pequenos, passam espécies como a do tubarão-zebra e tubarão-touro, além de arraias gigantes e tartarugas. Outra área surpreendente é onde ficam as água-vivas, ou jellyfishes. De todos os tamanhos, elas são iluminadas de cores diferentes. É um show. Você é quase transportado para um cenário de um espetáculo de dança. Entre as espécies expostas ali, tem a Pacific Sea Nettle (Chrysaora fuscescens), comum na costa do pacífico que vai do Canadá até o México. São centenas, de todos os tamanhos, que compõem uma das imagens mais hipnotizantes na experiência do Ripley’s.



DIDÁTICA Mais que apenas ver a ideia é oferecer experiências para o público. Assim, a Shoreline Gallery foi pensada para que o visitante pudesse participar ativamente. Ela é formada por tanques abertos, nos quais os visitantes podem tocar os peixes enquanto um educador dá informações sobre os animais. É nessa área que ficam também pequenos aquários com peixinhos mais badalados, como o palhaço, conhecido da garotada como o Nemo, do filme de animação Procurando Nemo.

BASTIDORES Se a diversidade de espécies chama atenção à primeira vista, pouco a pouco, outros detalhes ganham relevo. Os tanques foram construídos com alta tecnologia. Isso significa que até mesmo os movimentos das marés são reproduzidos ali. Em plena crise hidrológica no mundo, pelo menos 95% da água é reutilizada. Tratamento com ozônio busca simular as condições da natureza para que os animais não sofram a diferença, ainda que estejam em cativeiro. Além da temperatura cuidadosamente controlada, no backstage há até uma cozinha. Não é brincadeira dizer que os peixes dali têm atendimento personalizado de nutricionista. A alimentação é balanceada. Ao todo, são cerca de 160 funcionários, a maior parte deles biológos com especialização em biologia marinha.

RYPLEY’S AQUARIUM OF CANADA
Aberto todos os dias do ano Ingressos a partir de CAD$ 29,98 (adulto), CAD$ 19,98 (jovens e idosos) e CAD$ 9,98 (crianças de 3 a 5 anos). Mais informações: www.ripleyaquariums.com

* A repórter viajou a convite da Tourism Toronto

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE E-MAIS