Belo Horizonte recebe 14ª edição do Festival Mundial de Circo

Evento dedicada aos palhaços vaia até domingo

por Carolina Braga 26/11/2014 10:02

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Sorem Meisner/Divulgação
O palhaço italiano Paolo Nani, radicado na Dinamarca, traz a BH os espetáculos 'A carta' e 'Jekyll on ice' (foto: Sorem Meisner/Divulgação)
Alternando entre programações voltadas para a formação, espetáculos nacionais e estrangeiros, o Festival Mundial de Circo realiza sua 14ª edição em Belo Horizonte com um mix equilibrado dessas três vertentes. O que o transforma em um dos eventos mais queridos do público da cidade. De hoje a domingo, serão oito atrações apresentadas na lona para 250 pessoas montada na sede da Funarte MG e nos palcos do Teatro Oi Futuro Klauss Vianna, Cine Theatro Brasil Vallourec, Teatro da Biblioteca Pública Luiz de Bessa e Mercado Distrital do Cruzeiro.

Com a parada em Belo Horizonte, o Festival Mundial de Circo completa a terceira edição deste ano. A primeira foi em Itabirito e, na semana passada, a lona esteve montada em Caxambu, no Sul de Minas. “Temos feito uma curadoria específica e direcionada para Belo Horizonte. Se não é voltada para a formação, é algo que apresenta um cenário mais novo. Já no interior, procuramos levar o circo mais tradicional, que também é muito importante”, diferencia a coordenadora Fernanda Vidigal, da Agentz Produções.

Segundo ela, a escolha das atrações para a capital se deu em torno do nome do italiano radicado na Dinamarca, Paolo Nani. Como é considerado um dos palhaços mais importantes da atualidade, a opção foi agregar a ele artistas brasileiros que também se destacam nessa linguagem. É por isso que se apresentam no Festival Mundial de Circo o Palhaço Xuxu, do ator Luiz Carlos Vasconcelos; 'Xuleta mon amour', com Gyuliana Duarte; e Domingos Montagner e Fernando Sampaio, da companhia La Mínima.

“Eles são sempre figurinhas fáceis do festival, mas são uma referência muito forte de palhaço no Brasil”, justifica Fernanda. O objetivo é colocar os artistas em diálogo com o público e, principalmente, entre eles. Paolo Nani apresentará duas montagens, 'A carta', voltado para plateia mais adulta, e 'Jekyll on ice', para os pequenos. “Tem características muito próprias, que é um pouco mais do trabalho mímico. Em 'A carta', por exemplo, ele não fala uma palavra”, adianta Fernanda.

A programação internacional se completa com os franceses da Cia Content Pour Peu, com 'Entre le Zist et le Geste', e os brasileiros do Circo Piccolo, com 'Piccolo Circo Teatro de Variedades'. Outra característica desta edição do festival é que as atrações se concentrarão em palcos. Isso tem a ver com o período chuvoso, mas também com o tipo dos espetáculos selecionados.

• Programação

Hoje e amanhã
» 20h – 'A carta', Paolo Nani (Itália/Dinamarca), Teatro Oi Futuro Klauss Vianna. Av. Afonso Pena, 4.001, Mangabeiras. R$ 30 (inteira) e R$ 15 (meia).

Sexta
» 20h – 'Xuleta mon amour', Gyuliana Duarte, Teatro da Biblioteca Pública Estadual Luiz de Bessa. Praça da Liberdade, s/nº. R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia).

» 21h – 'Silêncio total!', com Palhaço Xuxu, Luiz Carlos Vasconcelos, Teatro Oi Futuro Klauss Vianna. Av. Afonso Pena, 4.001, Mangabeiras. R$ 30 (inteira) e R$ 15 (meia).

Informações no site do festival.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE E-MAIS