Obama concede medalha da Liberdade a Isabel Allende

Presidente ainda concedeu a honra à atriz Meryl Streep e ao cantor e compositor Stevie Wonder

por AFP - Agence France-Presse 25/11/2014 10:10

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Koen Van Weel/AFP
Chilena não conseguiu conter as lágrimas ao receber a medalha de Obama, em uma cerimônia na Casa Branca, e chegou a cobrir o rosto com as mãos (foto: Koen Van Weel/AFP)
O presidente Barack Obama concedeu nesta segunda-feira  a Medalha da Liberdade - a mais alta distinção civil dos Estados Unidos - à escritora chilena Isabel Allende, à atriz Meryl Streep e ao cantor e compositor Stevie Wonder.

"Ainda não consigo bem administrar a emoção. Foi algo maravilloso", disse Allende aos jornalistas já exibindo a medalha, a mais alta distinção concedida pelo governo americano a civis por sua contribuição à sociedade.

Allende não conseguiu conter as lágrimas ao receber a medalha de Obama, em uma cerimônia na Casa Branca, e chegou a cobrir o rosto com as mãos.

"Fiquei muito emocionada porque sou uma imigrante de primeira geração. Receber esta medalha neste momento, no qual a questão dos imigrantes está nas manchetes, é muito impressionante", comentou a escritora, que vive nos Estados Unidos desde 1993.

Ao anunciar a condecoração , a Casa Branca destacou que Allende "é a autora de 21 livros, que venderam 65 milhões de exemplares em 35 idiomas", e que atualmente "integra a Academia Americana de Artes e Letras".

Isabel Allende nasceu em Lima, Peru, no dia 2 de agosto de 1942, filha do diplomata Tomás Allende, primo do presidente chileno Salvador Allende.

Sua obra inclui sucessos de alcance global, como De amor y de sombra (1984), Eva Luna (1987), La isla bajo el mar (2009) e Paula (1994, baseada na história de sua filha).

Durante a cerimônia, Obama "recordou que o primeiro disco que comprou na vida foi um de Stevie Wonder. Eu tinha dez anos, talvez onze", revelou o presidente ao condecorar o cantor cego.

No total, foram condecoradas 19 pessoas, incluindo economistas, cientistas e ativistas. "Estes cidadãos nos deram uma contribuição extraordinária ao nosso país e ao mundo", disse Obama.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE E-MAIS