Márcia Tiburi e Laura Erber participam de bate-papo na Bienal do Livro

Evento vai até domingo com público esperado de 250 mil pessoas

por Carlos Herculano Lopes 19/11/2014 10:36

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
UniRio/Divulgação
A carioca Laura Erber participa de um debate com Márcia Tiburi, às 19h30, no Café Literário (foto: UniRio/Divulgação )
A Quarta Bienal do Livro de Minas Gerais, que vai até domingo, no Expominas, com público previsto em 250 mil pessoas, prossegue nesta quarta-feira com programação variada, de lançamentos de livros a contação de histórias, peças de teatro, oficinas de quadrinhos e outras opções.

Num dos ambientes mais concorridos, o Café Literário, às 19h30, vai ter bate-papo e sessão de autógrafos com Márcia Tiburi e Laura Erber. A mediação ficará por conta do jornalista e escritor José Eduardo Gonçalves, e o tema proposto para ser debatido será “Literatura e outras formas”.

Nascida em Vacaria, no interior do Rio Grande do Sul, Márcia Tiburi, que também é professora de filosofia, já escreveu vários livros, entre eles o romance Esse era o meu rosto (Editora Record), em 2012. Laura Erber, que além de escritora é também artista visual, nasceu no Rio de Janeiro e escreveu, entre outros, os livros Os corpos e os dias (Editora Cultura), em 2011, e Esquilos de Pavlov (Editora Alfaguara) em 2013, e ainda dirigiu o filme Diário do sertão, baseado na obra de Guimarães Rosa.

Outro destaque da bienal é a série de atividades voltadas para os quadrinhos, até domingo. Amanhã, às 14h30, o “Duelo de quadrinhos” vai contar com a participação de vários artistas; às 18h30, tem a oficina “Qualquer um pode fazer quadrinhos”, com Ryot e Garrocho; e às 19h30, sessão de autógrafos de Ryot e Toppera. A curadoria dos quadrinhos é de Eduardo Damasceno e Afonso Andrade.

Entre os lançamentos previstos para hoje, das 17h às 18h, no estande da Broto Cultural (Esquina H07), Claudia Ferreira autografa o livro de poemas Alma despida (Editora Novo Século). Mineira de Diamantina, a escritora vive em São Paulo, onde atua como advogada na área de família. Em 2008, ela estreou na literatura com No silêncio dos meus olhos.

BIENAL DO LIVRO DE MINAS
Até domingo no Expominas (Avenida Amazonas 6.030, Gameleira). De hoje até sexta-feira, das 9h às 22h; sábado e domingo, das 10h às 22h. Ingressos a R$ 10 e R$ 5 (meia-entrada). Informações pelo e-mail: bienaldolivrominas@fagga.com.br

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE E-MAIS