'Monumento vidraça...', de Daniel Bilac, tem os monumentos públicos como fonte de inspiração

Mostra fica em cartaz no Memorial Minas Gerais Vale e integra série de exposições de jovens artistas

por Walter Sebastião 18/11/2014 09:20

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Guto Muniz/divulgação
Obra de Daniel Bilac exposta no Memorial Minas Gerais Vale, na Praça da Liberdade (foto: Guto Muniz/divulgação)
Daniel Bilac apresenta a exposição 'Monumento vidraça monumento ruína', com trabalhos sobre papel que têm como motivo monumentos nos espaços públicos. As obras foram criadas com vários procedimentos – entre eles  pintura, estencil, grafite e carimbos. Em cartaz no Memorial Minas Gerais Vale, na Praça da Liberdade, a mostra abre o ciclo de exposições de jovens artistas que serão realizadas até julho de 2015.


Além de Daniel Bilac, vão expor Walter Gam, Marina RB, CL Salvaro e Daniela Domingues. A comissão de seleção é formada por Eduardo de Jesus (coordenador do espaço), Júlia Rebouças, Francisca Caporale, Wagner Tameirão e Ronaldo Barbosa. O edital, de âmbito estadual, chega à segunda edição e se volta para artistas de até 30 anos. Este ano, o projeto recebeu 100 inscrições.

Eduardo de Jesus conta que o público verá trabalhos consistentes e experimentais que se valem de diversos meios, como instalação, aquarela, gravura e desenho. “As exposições revelam bons artistas”, garante. Daniel Bilac, explica o curador, renova a potência da pintura colocando em diálogo impressões, grafite, dobras do papel e recortes. Essa articulação de linguagens, detalha o coordenador, “usa o traço do tempo presente para reescrever o passado e o futuro”.

Tal aspecto está presente no trabalho de todos os selecionados. “Hoje, um jovem faz vídeo, pintura, desenho e game indistintamente, pois quando ele nasceu tudo isso já existia”, observa Eduardo. Tal característica reflete a vida contemporânea, “o tempo de perda da especificidade do suporte”, destaca o curador, definindo esse contexto como “pós-mídia”.

A segunda edição do edital sinalizou desafios. Entre eles está a necessidade de um trabalho específico no interior de Minas Gerais, pois há poucas inscrições e trabalhos “ainda em processo” vindos de fora da Grande BH. A ideia é intensificar a atração de criadores de outras cidades do estado.

MONUMENTO VIDRAÇA MONUMENTO RUÍNA
Pinturas e desenhos de Daniel Bilac. Mostra aberta ao público a partir de quarta. Memorial Minas Gerais Vale, Praça da Liberdade, esquina com Rua Gonçalves Dias, Funcionários. Terça, quarta, sexta-feira e sábado, das 10h às 17h30. Quinta-feira, das 10h às 21h30. Domingo, das 10h às 15h30. Até 18 de janeiro. Entrada franca.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE E-MAIS