Poesia contemporânea é tema de bate-papo na Bienal

Encontro acontece nesta terça no Expominas e reúne escritoras de diferentes gerações

por Mariana Peixoto 18/11/2014 09:36

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
ACERVO PESSOAL
Angélica Freitas participa do Café Literário (foto: ACERVO PESSOAL)
A poesia brasileira contemporânea é o destaque da programação desta terça do Café Literário, na Bienal do Livro de Minas, no Expominas. Duas poetas participam, às 19h30, de bate-papo com o público: a gaúcha Angélica Freitas e a carioca Alice Sant’Anna. Angélica é autora de Rilke Shake (2007) e Um útero é do tamanho de um punho (2012), finalista do prêmio Portugal Telecom do ano passado; Alice escreveu Dobradura (2008) e Rabo de baleia (2013).


De gerações diferentes – Angélica tem 41 anos, Alice, 26 –, elas encontram pontos em comum em suas obras poéticas. “Talvez seja a dicção, o jeito de fazer um poema, o que pode me aproximar da Alice”, comenta a primeira. Já Alice chama a atenção para “o verso em tom coloquial e um certo humor”. Outro ponto convergente: a maneira como a dupla estreou em livro. Muito antes de publicar sua poesia, as duas mantinham blogs, hoje desativados.

“Antes de publicar um livro, tinha a vontade mais imediata de mostrar o que estava escrevendo. O blog é a plataforma para isso. Hoje, prefiro aguardar um pouco, não tenho mais tanta urgência”, diz Angélica “Para quem está começando, a internet é a ferramenta ideal, pois é democrática e de graça. É ainda onde você pode se fazer conhecer, além de tomar contato com outros escritores”, diz Alice.

Se publicar em prosa é difícil, em poesia muito mais. “No Brasil, há poucas editoras independentes, o que é muito diferente do que ocorre na Argentina, onde existem tantas pequenas que várias delas se dedicam quase que exclusivamente à poesia. Também não vejo por aqui iniciativas de poetas para fazer um projeto independente”, afirma Angélica.

TAMMY EM BH

Com 80 mil livros vendidos de seus romances anteriores, a escritora Tammy Luciano, especializada no público teen, autografa nesta terça o livro Sonhei que amava você, no Expominas. Misturando realidade e fantasia, a autora conta a história do casal Kira e Felipe, que se conhece por meio de sonhos. A partir das 14h, Tammy estará no estande da Livraria Leitura.

BIENAL DO LIVRO DE MINAS
Expominas, Avenida Amazonas, 6.030, Gameleira. Até sexta-feira, das 9h às 22h; sábado e domingo (último dia), das 10h às 22h. R$ 10 (inteira) e R$ 5 (meia). Assinantes do EM têm 20% de desconto na compra de um par de ingressos. Informações no site do evento.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE E-MAIS