Livro 'Grande Hotel de Araxá' conta a história da edificação mineira

Com textos de Gabriel Rocha e fotografias de Marcelo Prates, publicação será lançada nesta segunda-feira

por Carlos Herculano Lopes 17/11/2014 07:30

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Asa de Papel/ Reprodução
(foto: Asa de Papel/ Reprodução )
Um dos mais imponentes hotéis do país, construído no entorno de Araxá há 70 anos e inaugurado pelo presidente Getúlio Vargas, o Grande Hotel de Araxá representou um marco na engenharia brasileira. O projeto arquitetônico foi assinado por Luiz Signorelli e seus jardins e bosques foram projetados por Roberto Burle Marx.

Pela sua suntuosidade e beleza, com salões imensos, cassino e apartamentos confortáveis, além das “águas milagrosas”, com anunciados poderes curativos, o hotel viveu seu apogeu entre as décadas de 1950 e 1970, quando atraía turistas de vários lugares do mundo.

Parte da história do hotel, que hoje está revitalizado, é contada no livro 'Grande Hotel de Araxá', que será lançado nesta segunda-feira, na Academia de Mineira Letras. Com textos de Gabriel Rocha (em português e inglês) e fotografias de Marcelo Prates, além intervenções de cores e formas de Marcelo Xavier, o volume é oportunidade de fazer duas viagens: uma ao passado – ao Brasil de meados do século 20 – e outra aos dias atuais, já que o Grande Hotel resistiu ao tempo.

Os textos de Gabriel Rocha, em diálogo com as imagens, assumem sempre a forma poética, e descrevem vários espaços da construção. Como nos versos que tratam das termas: “Por tantos caminhos, a beleza avança,/ Como fazem os rios que vão para o mar/ No leito das termas, seu curso descansa/ E oferta aos mortais um deleite sem par”.

Grande Hotel de Araxá
Lançamento do livro de Marcelo Prates (fotografias) e Gabriel Rocha (textos). Nesta segunda-feira, às 19h, na Academia Mineira de Letras, Rua da Bahia, 1.466, Centro. Informações: (31) 3222-5764.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE E-MAIS