Ana Kfouri traz à cidade as montagens 'Moi Lui' e 'Primeiro amor'

Apresentações acontecem neste fim de semana no Sesc Palladium

por Carolina Braga 07/11/2014 07:30

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Sesc Palladium/Divulgação
(foto: Sesc Palladium/Divulgação)
O interessante do projeto Off Cena, que este final de semana traz a atriz e diretora Ana Kfouri ao palco do Sesc Palladium, é a possibilidade de um contato mais aprofundado com o processo de criação do artista. Nesta última edição do ano, a conversa com o público e a classe artística será sobre o entendimento da palavra não simplesmente como elemento de comunicação, mas como campo de forças. É isso que interessa à pesquisa de Kfouri.


A atriz e diretora carioca apresentará duas montagens – 'Moi Lui', neste sábado, e 'Primeiro amor', no domingo – e uma leitura dramática do espetáculo ainda em fase de criação chamado 'Dar a ver', com direção de Antonio Guedes. As peças estrearam respectivamente em 2013 e 2012, com temporadas bem-sucedidas no Rio de Janeiro e em São Paulo. O que os solos têm em comum é o fato de terem partido de textos do irlandês Samuel Beckett, terem sido feitos pela mesma atriz, porém com diretores diferentes. Somente. “Não existe um modelo. É uma maneira de pensamento”, defende a criadora.

Segundo Ana Kfouri, são espetáculos que exploram a palavra como potência. Se 'Primeiro amor' é bastante contido, demanda uma relação muito próxima da atriz com a plateia em abordagem bastante árida sobre a força que o amor representa, 'Moi Lui' reflete sobre o estar só. “A diretora Isabel Cavalcanti potencializa a solidão do personagem, espacializando a cena e deixando tudo em um espaço enorme. Ela alarga, dispersa”, conta. Esse monólogo é livremente inspirado no romance 'Molloy', de Beckett.

'Primeiro amor', por sua vez, reúne vários fragmentos da obra do irlandês na narrativa sobre o encontro de um homem com o amor. Expulso de casa após a morte do pai, o protagonista espera seu próprio fim, até conhecer uma prostituta e sofrer com a ausência dela.

Já a leitura dramática de 'Dar a ver' pretende conferir poder à linguagem ressignificando o texto 'Para acabar com o julgamento de Deus', de Antonin Artaud. A previsão é que a peça estreie no ano que vem.

O que ver

>> 'Moi Lui' – Hoje, às 21h.
>> Primeiro amor – Amanhã, 21h.
Grande Teatro do Sesc Palladium, Rua Rio de Janeiro, 1.046, Centro, (31) 3270-8100.
Ingressos: R$ 20 (inteira).

>> Leitura dramática de 'Dar a ver'

Domingo, às 20h. Teatro de Bolso Júlio Mackenzie. Rua Rio de Janeiro, 1.046, Centro, (31) 3270-8100.
Entrada franca com retirada de ingressos 1h antes do evento.

O OFF CENA

O projeto Off Cena convida grupos de teatro de pesquisa nacionais para realização de uma oficina e uma minitemporada de um espetáculo, diretamente ligado à proposta da oficina. Esse formato, que exige a abertura e síntese do processo de criação, favorece não só o aperfeiçoamento dos participantes, como provoca a reflexão no grupo convidado.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE E-MAIS