4ª Bienal do Livro de Minas Gerais será realizada de 14 a 23 de novembro

Expectativa é de que a feira se consolide como o terceiro maior evento literário do país

por Carlos Herculano Lopes 22/10/2014 07:00

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Divulgação
(foto: Divulgação)
Com investimento de R$ 5,17 milhões, 20% superior ao da última edição, a 4ª Bienal do Livro de Minas Gerais será realizada de 14 a 23 de novembro no Expominas. Para Tatiana Zaccaro, diretora de negócios da Fagga, que realiza a feira em parceria com a Câmara Mineira do Livro, a expectativa é de que ela se consolide como o terceiro maior evento literário do país, atrás das bienais do Rio de Janeiro e de São Paulo.

“A grande palavra será a diversidade. Vamos oferecer programação para todas as idades e gostos. Esperamos que a bienal seja uma ótima oportunidade para livreiros e editoras. Contaremos com 160 expositores e esperamos gerar negócios no valor de R$ 17,5 milhões”, diz Tatiana.

Passarão pelos estandes os escritores Silviano Santiago, Marçal Aquino, Cristovão Tezza, Edney Silvestre, Mário Alex Rosa, Márcia Tiburi, Thalita Rebouças, Paula Pimenta, Carolina Munhoz e Raphael Dracon.

Para João Paulo Cuenca, curador do Café Literário, que promoverá encontros com autores, é grande a alegria de participar do evento. “Minha referência literária está aqui neste estado, com autores como Carlos Drummond de Andrade e Fernando Sabino”, diz. O homenageado será o escritor mineiro Rubem Alves, falecido em julho.

Com curadoria de Afonso Andrade e Eduardo Damasceno, a bienal oferecerá também programação voltada para a literatura em quadrinhos, com a presença de Reinaldo, Alexandre Beck e Garrocho, entre outros autores.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE E-MAIS