Universo Disney não resiste à moda do selfie

Príncipes, princesas, vilões e afins postam imagens próprias no Instagram em série criada por artista italiano

por Raquel Lima 21/10/2014 10:52

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Reprodução
(foto: Reprodução)
A versão da Disney para fábulas é tão incônica quanto controversa. De uma maneira ou de outra, contos de fada e lendas do mundo inteiro são recontadas ­ - e maquiadas ­ - pelo estúdio norte­-americano, fazendo-o parte da infância de grande fatia da população do planeta. Talvez por isso seus principais personagens inspirem tantas versões de fãs.

Exemplo são as princesas tatuadas do ilustrador italiano Emmanuel Viola. Ou a versão de vítimas de abuso doméstico do francês Saint Hoax. Ou - mais leve - princesas capa da revista Vogue, na homenagem de Dante Tyler Brown, ou transportadas para a série do Netflix 'Orange is the new black', graças à designer gráfica Maria Bayley. 

A adaptação da vez vem, de novo, da Itália. E também pelas maõs de outro ilustrador: Simona Bonafini. O artista colocou um smartphone nas mãos de príncipes, princesas, vilões e afins e os recriou em 'Selfie fables' (Selfies de fábulas, em tradução literal).

Na série, todos são viciados no Instagram e postam fotografias de si mesmo, com direito a perfil e hashtags: Hércules malhando, a Rainha Má em frente ao espelho, Ariel de biquíni na praia e Alice tomando um delicioso cházinho.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE E-MAIS